Notícias
10
nov

Black Friday deve movimentar R$6,05 bilhões no comércio eletrônico 

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) projeta que a Black Friday deve movimentar R$ 6,05 bilhões no comércio eletrônico, com o número de pedidos chegando a 8,3 milhões neste ano. 

O montante representa um crescimento tímido que é uma tendência para as datas especiais do ano, com aumento de 3,5% em relação a 2021, segundo a ABComm. 

As categorias mais aquecidas neste ano devem ser telefonia, eletrônicos, informática, eletrodomésticos e eletroportáteis, moda, beleza e saúde. 

Segundo a ABComm, o e-commerce cresceu em média 3% no primeiro semestre de 2022 em relação aos primeiros seis meses de 2021, abaixo dos 5% previstos. Entre os motivos estão o aumento dos combustíveis, já que a recente diminuição do preço não se aplicou ao diesel, responsável pela maior parte do transporte de produtos.

A menor oferta de frete grátis também impacta as vendas. Em outra pesquisa da ABComm, verificou-se que o preço do frete pode influenciar até 90% a decisão de compra de um item pela internet.

Outros motivos, como a expansão do e-commerce na pandemia, o retorno das vendas presenciais e eventos como Copa do Mundo e eleições também podem afetar as vendas durante a Black Friday, diz a entidade. 

Em 2021, a modalidade “pick up in-store”, na qual o cliente faz o pedido online e retira presencialmente na loja, teve crescimento de 139% no período. 

Os dados demonstram a importância de o varejo on-line caminhar sempre ao lado do modelo tradicional“, afirma a ABComm.

É uma data que as pessoas esperam um volume maior de vendas, uma vez que já caiu no gosto popular. Os consumidores esperam esse período para comprar diversos produtos, que geralmente são mais caros, com um desconto mais atrativo. É muito importante que os varejistas sempre se antecipem para atenderem a esse aumento de vendas por meio da preparação de estoque, logística e dos canais de atendimento pós-venda”, diz Alexandre Crivellaro, diretor de inteligência de mercado da ABComm.

Crie sua loja virtual gratuita e personalize conforme a identidade visual da sua marca

Fonte: G1

Autor:

Amanda Almeida