Usuário

Informe abaixo os dados para a criação do usuário que será o administrador do sistema

Domínio

Crie um endereço exclusivo para sua empresa acessar o sistema de gestão MarketUP

CONTA CRIADA COM SUCESSO!

Para ativar sua conta e começar a utilizar o MarketUP, basta seguir as instruções enviadas para o e-mail abaixo, utilizado no seu cadastro de administrador.

OCORREU UM PROBLEMA!

Não foi possível, neste momento, completar sua solicitaçao e criar sua conta no MarketUP. Pedimos desculpas pelo ocorrido e solicitamos que tente novamente.

TENTAR NOVAMENTE
Crie sua conta em
1 Minuto
100% grátis

Intraempreendedorismo: saiba implementar em sua empresa

MarketUP > Dicas para o negócio  > Intraempreendedorismo: saiba implementar em sua empresa

Intraempreendedorismo: saiba implementar em sua empresa

Nos últimos anos o termo inovação está cada vez mais sendo discutido e implementado em algumas empresas. 

Porém, ainda há muitas organizações que são conservadoras e resistem a processos novos, tecnologias e etc.

Mas, o grande problema dessas empresas é que elas tornam-se mais vulneráveis a serem engolidas por startups e empresas que acreditam no intraempreendedorismo. 

Quando falamos em intraempreendedorismo estamos nos referindo ao perfil profissional que está sempre insatisfeito com os resultados.

Afinal de contas, uma boa equipe pode ser o sucesso de sua empresa, não é mesmo? 

Vamos falar mais sobre o que é esse termo a seguir.

O que é Intraempreendedorismo?

O Intraempreendedorismo é o ato de empreender dentro de uma empresa já existente.  Este termo consiste na prática a capacidade dos funcionários atuarem como  donos do negócio, ajudando sobretudo a movimentar a criação de ideias dentro das organizações, mesmo que indiretamente.

O Intraempreendedorismo é muito mais antigo do que você possa imaginar. Ele foi utilizado pela primeira vez na década de 80 pelo o empreendedor e escritor Gifford Pinchot III.

Foi ele que fomentou este processo. Porém, ao imaginar o que Gifford pensou naquela época, hoje o intraempreendedorismo está muito diferente.

Antes, as empresas não davam liberdade aos seus funcionários e nem estavam dispostas a aceitar novas ideias ou possíveis erros.

Este tipo de posicionamento está muito longe de empresas que na prática adotam processos inovadores. Em razão disso, muitas empresas dessa época fecharam as portas. 

Pode parecer clichê, mas deixar de inovar é um grande risco para qualquer negócio.

E o profissional intraempreendedor é um perfil cada vez mais comum dentro das empresas. Pois é ele o profissional capaz de analisar cenários, criar ideias, inovar e buscar novas oportunidades e alternativas para que a empresa esteja sempre com os melhores resultados.

Se você está se perguntando como implementar o intraempreendedorismo em sua organização, deve primeiramente a se atentar as pessoas que trabalham com você. 

Fique atento aos funcionários que se destacam pela vontade de inovar e que estão dispostos a encarar novos desafios.

Descubra quais características possui o intraempreendedor

Profissionais intraempreendedores possuem habilidades e competências claras:

  • Não possui medo de assumir riscos;
  • Foco em execução de suas tarefas;
  • Acredita no autoconhecimento e está sempre em busca de qualificação para seus pontos a melhorar;
  • Inquietação contínua com os resultados;
  • Paixão pelo o que faz;
  • Sempre em busca de tendências de mercado;
  • Multidisciplinaridade;
  • Dedicação;
  • Pró-atividade.

5 DICAS PARA ADOTAR O INTRAEMPREENDEDORISMO HOJE MESMO 

Como está o cenário de sua empresa

Antes de começar o processo de inovação em sua companhia, você sabe dizer como está o ambiente em sua empresa? Os funcionários estão engajados? Satisfeitos?. Aplique uma pesquisa de clima para ter essas respostas. Pergunte aos seus colaboradores, como eles se sentem em relação a autonomia, processos e quais são os pontos a melhorar. Mas, lembre-se, só faça essa pesquisa de clima, se a sua empresa esteja realmente disposta a mudar.

Colaboração com o time

Crie um canal aberto de ideias com toda a sua equipe. Utilize uma ferramentas ou plataformas que fique visível as ideias e projetos. Não só isso, mas os motive e mostre a razão de estarem ali. 

Como você se porta diante da equipe?

Faça avaliações constantes sobre o seu papel. Você é um chefe ou um líder? Você sabe como ser um bom líder? Você distribui broncas ou mapeia planos de desenvolvimento individuais? Você é inspirador? Você é admirado pelo seu time? Você realmente faz parte do time? 

Crie planos 

Estipule, junto ao time, metas de crescimento relevantes.  Não seja levado apenas pela maré. Reinvente projetos, ideias e leve a empresa sempre a processos de constante inovação.

 Não seja um líder centralizador

Seja um mentor para sua equipe. Não apenas delegue as funções, mas esteja no processo junto de seus colaboradores. Afinal, se você não olhar para o seu time, eles poderão procurar caminhos na concorrência.

 

POR: Tainá Almeida

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comentários no Facebook