metaverso Tecnologia
29
mar

Metaverso no e-commerce: o que é e como funciona

Os mundos virtuais são uma das principais tendências tecnológicas para as empresas nos próximos anos. O Metaverso chegou para revolucionar ainda mais esse mundo digital.

 

No varejo não difere já que o mundo virtual do e-commerce deve mudar a forma de vinculação de vendas, consumo e até mesmo clientes.

 

Essa inovação, que pode ser vista como o crescimento da internet, facilitará ainda mais a integração online e offline.

 

Por exemplo, uma pessoa pode fazer uma compra através de seu avatar 3D em uma loja online, em um mundo virtual e receber em casa.

 

Embora o conceito não seja novo, sua aplicação depende de uma série de tecnologias que só agora estão atingindo o nível de maturidade necessário.

 

Por isso, grandes empresas estão investindo para tornar essa ideia uma realidade virtual.

 

Para ajudar o seu negócio, o Canal PME separou as principais informações sobre o Metaverso no e-commerce e como ele pode te ajudar a alavancar suas vendas. Confira! 

 

O que é Metaverso?

 

É um espaço de realidade virtual e aumentada projetado para unir as pessoas através de um ambiente virtual, onde é possível fazer coisas como ir a museus, assistir filmes, jogar, participar de atividades físicas como se estivesse realmente lá, tudo isso através de um avatar.

 

Esses espaços se assemelham às redes sociais conectadas à internet que usamos hoje, com algumas pequenas diferenças, como o conceito de mundos de jogo e a possibilidade de uso de criptomoedas.

 

Aumente suas vendas no e-commerce com os recursos do MarketUP! Entenda mais.

 

Por exemplo, quando Fortnite hospeda shows ao vivo no mundo do jogo para milhares de jogadores, é o que chamamos de experiência no Metaverso.

 

Outro jogo que traz a ideia do Metaverso por meio de realidade aumentada é o Pokémon Go, onde os jogadores podem usar seus celulares para capturar Pokémon nas ruas.

 

Diante desse novo cenário, as empresas de tecnologia estão implementando cada vez mais os conceitos do Metaverso para otimizar a experiência do usuário.

 

Como será no e-commerce?

 

Uma das novidades é que as empresas poderão abrir lojas físicas no mundo virtual, ou seja, você poderá criar um ambiente para sua loja no Metaverso, e as pessoas poderão visitá-lo para comprar seus produtos.

 

Em outras palavras, é uma experiência cada vez mais imersiva por conta da realidade aumentada. Quanto mais consumidores estiverem envolvidos com sua marca, maior a probabilidade de comprarem seu produto.

 

É por isso que a Metaverso atraiu tanta atenção do mercado mundial e levou as empresas a acelerarem seu desenvolvimento tecnológico em busca dessa nova experiência.

 

Outro ponto interessante é a possibilidade de comprar produtos/serviços e tê-los permanentemente para que você possa usá-los em qualquer lugar do Metaverso.

 

 

Então, digamos que você tenha um avatar e vá a uma loja no Metaverso e compre uma roupa para o seu avatar.

 

Este hardware será seu para sempre e se você quiser vendê-lo mais tarde, poderá revendê-lo no próprio Metaverso, pois essa funcionalidade estará disponível.

 

Embora isso não esteja muito próximo da realidade da maioria dos empreendedores, não é uma realidade descartá-la totalmente.

 

Aliás, é muito importante ficar por dentro de todas essas novidades, se inspirar e o mais importante acompanhar a evolução do mercado. Com isso, é possível desenvolver estratégias para que um dia seu negócio também possa crescer em tecnologias como a realidade aumentada.

 

Empresas que apostam no Metaverso

 

Não é apenas o Facebook que saltou nesta nova onda. Por exemplo, a NVIDIA lançou o NVIDIA Omniverse, uma plataforma de simulação colaborativa. Aqui, designers, artistas e outros profissionais podem trabalhar juntos para construir realidades virtuais.

 

No início de 2021, a Microsoft lançou o Mesh, uma plataforma de reuniões holográficas. Ele também criou avatares 3D para sua ferramenta de comunicação Teams.

 

Em novembro, como um aceno para a utopia, a Nike lançou a Nikeland, a plataforma para o jogo Roblox. Em dezembro, a multinacional americana adquiriu uma startup especializada em moda NFT.

 

A MarketUP pode ajudar o seu negócio com uma gestão mais moderna e eficiente. Conheça nosso sistema ERP!

 

Porém, as empresas estrangeiras não são uma exceção neste mercado. O Banco do Brasil também aderiu no final de 2021 e lançou uma experiência virtual nos servidores de jogos GTA.

 

No jogo, os jogadores podem abrir uma conta bancária para seu personagem — ou até mesmo trabalhar como caixa.

 

Como se preparar para o Metaverso no varejo?

 

A digitalização é inevitável, independentemente do tamanho da empresa. Houve consenso na discussão das tendências do setor de varejo interativo em fevereiro de 2022: investir em inovação e entender seu público.

 

Ao mesmo tempo, é também a melhor forma de se preparar para o mundo do varejo virtual, pois uma boa experiência digital depende de uma estrutura técnica completa.

 

Primeiro, a conectividade foi reconhecida como a base de todos os negócios, pois permite operações remotas e melhores relacionamentos com os consumidores.

 

Há outra tecnologia essencial que continua a dar suporte a esse ecossistema, a computação em nuvem. A computação em nuvem é um dos impulsionadores da transformação digital geral.

 

Além disso, permite que as empresas utilizem softwares e plataformas como serviços além do acesso à infraestrutura. Eles são conhecidos como SaaS, PaaS e IaaS, respectivamente.

 

Quer se destacar no mercado e integrar o seu negócio ao universo digital? Confira como a loja virtual do MarketUP pode te ajudar!

 

Porém, o elemento central para alavancar o Metaverso no varejo é a informação. Entre os principais líderes do varejo do país reconhecidos durante o evento estão Luiza Trajano.

 

Seja projetando uma jornada de compra personalizada ou planejando novos produtos e espaços no mundo digital, você precisa entender as preferências e necessidades do consumidor.

 

Nesse sentido, destaca-se a dupla IoT e Big Data. O primeiro é responsável por coletar dados por meio de dispositivos conectados, e o segundo é responsável por analisar grandes quantidades de informações.

 

De fato, o varejo Metaverso lançará uma série de gadgets, como óculos de realidade virtual e relógios inteligentes, que podem gerar muitos insights.

 

Conclusão

 

Como esse universo digital ainda está em construção, não está claro quais caminhos ele seguirá.

 

No entanto, o potencial da Metaverso no varejo é inquestionável, tanto em termos de relacionamento mais próximo com os clientes quanto em maior lucratividade.

 

Primeiro porque a própria produção digital tem desafios, mas não traz problemas físicos como sistemas logísticos para a marca. Portanto, há uma grande oportunidade para aproveitar.

 

Neste momento inicial, o ideal é entender o Metaverso e preparar não só a estratégia do negócio, mas também as estruturas que o apoiarão no futuro. Portanto, é importante planejar as vantagens e os riscos dessa maior exposição aos ambientes virtuais, e a segurança digital de todo o ambiente deve ser considerada.

 

Se você quiser saber mais sobre o papel da tecnologia no varejo, confira estes outros artigos:

 

 

Gostou do conteúdo? Fique de olho no Canal PME para entender mais sobre todos os principais temas do mercado e conhecer em primeira mão as novidades da MarketUP! 

 

Aproveitei também para acessar o nosso site, conhecer mais sobre os nossos produtos e serviços e criar sua conta 100% gratuita.

Autor:

Nayara Bolognesi

Jornalista por formação e apaixonada por marketing digital. O meu interesse em gerar conteúdo significativo é o que me motiva. Tudo sempre com bastante informação, qualidade e uma pitada de publicidade.