Últimas postagens

Ver todos

Saiba como montar um pet shop e gerencie bem o negócio

Montar uma loja que oferece produtos e serviços a animais pode ser muito bom, mas é preciso considerar pontos importantes

Os brasileiros costumam ter um carinho bem especial com os bichinhos. Não à toa, o Brasil está entre os países que mais têm animais de estimação no mundo. A grande diversidade na fauna tupiniquim, de certa forma, também parece refletir nas residências país afora. Afinal, há quem crie gatos e cachorros, tradicionais bichos domésticos, e também existem os que cuidam de outros menos comuns, como lagartos e serpentes. O fato é que, devido à quantidade de animais no lares brasileiros, um estabelecimento se fortalece: o pet shop.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Mesmo em momentos de crise econômica do país, o mercado de pets no Brasil é destaque em faturamento. Ou seja, para quem deseja ter o próprio negócio e ama animais, o segmento ainda pode ser explorado com êxito. Entretanto, a dúvida que paira na cabeça de muitos empreendedores é: como montar um pet shop?

Existem alguns pontos importantes a se considerar antes, desde a parte financeira até a gerencial. Porém, com tudo estabelecido por meio de um bom planejamento, as coisas podem se tornar mais fáceis. Abrir um pet shop e lucrar com ele pode ser questão de tempo — e trabalho.

PLANO DE NEGÓCIOS

Todo estabelecimento que se preze costuma ter um bom planejamento, em outras palavras, um sólido plano de negócios. Portanto, a tarefa não é muito diferente para quem deseja abrir um pet shop. A intenção deste recurso é entender os componentes da empresa, os processos, e vislumbrar obstáculos futuros. De início, recomenda-se que o empreendedor faça um orçamento criterioso do que terá à disposição para trabalhar. Devem ser analisados itens como dinheiro disponível para investimento inicial, quantia para capital de giro e outros recursos, como equipamentos. A ideia é estruturar, da melhor forma possível, o “esqueleto do negócio”. Pois é por meio deste planejamento que será possível fazer a empresa se estabelecer aos poucos e almejar lucros vindouros.

LOCAL DO ESTABELECIMENTO

Após a montagem do plano de negócios, é preciso definir onde instalar o pet shop. É importante dar preferência, claro, para locais com boa movimentação de carros e pedestres. Além disso, o empreendedor não pode desconsiderar a estrutura do lugar. Afinal, é nele que serão realizados os serviços de banho e tosa. Por último, mas não menos importante, o proprietário do futuro pet shop precisa atentar-se ao custo de aluguel do prédio. Para que a escolha não afete muito o orçamento, mostra-se importante, mais uma vez, o plano de negócios.


Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

PÚBLICO-ALVO

Algumas pessoas que desejam montar um pet shop pensam que o público-alvo deste tipo de estabelecimento é sempre óbvio. É claro que, em geral, eles atendem animais de estimação e comercializam produtos para bichos. Entretanto, é importante que o empreendedor entenda e afunile ainda mais seu público. Ou seja, o dono do pet shop precisa definir quais animais seu estabelecimento irá atender, qual será o porte máximo deles e que tipo de serviços estarão disponíveis. Feito isso, o público-alvo estará melhor definido e as vendas poderão ser bem direcionadas.

ESCOLHA DE FORNECEDORES

Qualquer negócio depende de bons fornecedores, comprometidos e com mercadorias de boa qualidade. Por isso, é crucial que o dono do pet shop escolha bem a origem de seus produtos, caso das rações. Para isso, será preciso pesquisar com calma e atenção sobre o fornecimento deste item. Vale dizer que o empreendedor deve tentar conciliar a excelência na qualidade dos insumos com condições de pagamento razoáveis. Negociar com os fornecedores, portanto, torna-se imprescindível.

MARKETING ASSERTIVO

A divulgação do pet shop é crucial no estabelecimento e desenvolvimento do negócio. Além dos métodos tradicionais, como distribuição do cartão de contato para clientes, é interessante investir nas mídias sociais. Ferramentas como Facebook e Instagram podem ser boas opções para o empreendedor que deseja divulgar as vantagens e diferenciais de seu pet shop.

FERRAMENTAS DE GESTÃO

Micro e pequenos empreendedores investem cada vez mais na automatização de suas empresas. Afinal, é mais prático ter um sistema de gestão eficaz no cotidiano e se livrar de tantos empecilhos burocráticos. Com um ERP, o tempo do empreendedor é otimizado, e, no caso de um pet shop, cada minuto é importante. As demandas dos bichinhos, claro, não param de aparecer.

A MarketUP, portanto, coloca-se à disposição de quem deseja agilizar processos e otimizar tarefas. Com o software de gestão da empresa, é possível que o dono do negócio emita notas fiscais e gerencie seu estoque, tudo isso gratuitamente. Os empreendedores — e animais do pet shop — agradecem.

 

POR: Rudiney Freitas

 

VEJA MAIS


Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.