Últimas postagens

Ver todos

Saiba como os App’s MarketUP podem ajudar a impulsionar o seu negócio

Hoje em dia, é praticamente impossível fazer qualquer coisa sem um app para auxiliar. No mundo dos negócios não pode ser diferente, os aplicativos têm um papel essencial no dia a dia das pessoas. A MarketUP separou uma lista de aplicativos que irão ajudar a melhorar o atendimento do seu estabelecimento e fazer vendas mais rápidas! Acompanhe: 

 

Utilize o App MarketUP PDV.  Substitua o PDV com uma impressora fiscal utilizando este aplicativo. Gerencie suas vendas, além de emitir notas fiscais gratuitamente diretamente do celular.  Cadastre e venda seus produtos utilizando a câmera de seu celular como leitor de código de barras. Com os nossos app’s você tem mais facilidade.

 

MarketUP Comandas Automatize o processo de pedidos com o Comandas. Mude a rotina do seu restaurante e faça pedidos com mais facilidade e rapidez. Com o Comandas seus funcionários registram um pedido diretamente do celular ou de um tablet. Além de garantir um atendimento mais eficaz e prático para seus clientes. O Comandas tem a finalidade de tornar mais simples e intuitivo a realização do pedido.

 

Negócio Pro Com o aplicativo Negócio Pro você moderniza o seu negócio e simplifica as tarefas complexas do dia a dia com muito mais agilidade. Com o Negócio Pro você pode ter uma frente de caixa móvel, permitindo mais mobilidade para vender em qualquer ponto do estabelecimento. Integre o PDV MarketUP em sua maquininha e faça as vendas de sua empresa com menos complicação. Faça o fechamento do caixa muito mais rápido e até emita notas fiscais. Use um sistema de automação que desburocratiza a gestão do seu negócio. Integre as finanças, estoque e vendas a sua solução de pagamento sem custo algum.

 

MarketUP ERP Quer ter a gestão do seu negócio na palma da mão? Então baixe o MarketUP ERP e tenha acesso ao desempenho do seu estabelecimento em tempo real. Acompanhe gráficos interativos do seu negócio e consiga tomar decisões de qualquer lugar. Além disso, cadastre produtos, clientes, faça vendas e até emita notas fiscais com o certificado A1. O MarketUP ERP é uma forma muito mais fácil e gratuita de você acompanhar o dia a dia da sua empresa.

 

Redação MarketUP

Varejo: o que fazer para aumentar as vendas da sua loja

Empreendedores precisam definir estratégias para que possam ter boas vendas em suas lojas de varejo, sendo algo ainda mais essencial em momentos de crise econômica. Para isso, é interessante saber como aumentar as vendas e obter mais lucro. Você sabe como?

 

5 dicas de como aumentar as vendas no varejo

 

Quais são as suas estratégias para se diferenciar dos outros empreendimentos? Em meio a tanta concorrência é preciso saber o que fazer para se destacar, atraindo e fidelizando os clientes. 

 

Esta é uma das maneiras de aumentar as vendas, já que com quanto mais consumidores, mais conversão em compras no seu estabelecimento. Conheça outras principais formas de aumentar as vendas no varejo.

 

1. Tenha uma equipe de vendas capacitada

 

Para melhor atender quem frequenta seu estabelecimento, é preciso ter profissionais que saibam realizar um atendimento eficiente. Você, empreendedor e gestor, precisa investir em uma equipe de vendas capacitada, ou seja, colaboradores que sejam capazes de entender as necessidades específicas de cada cliente e apresentar os melhores produtos para atendê-las. 

 

2. Valorize os seus clientes

 

Além de investir na capacitação de sua equipe, é importante definir maneiras de valorizar o seu cliente. Desta forma, ele irá se sentir especial e será colocado no foco de toda a jornada de consumo. Apresente para ele uma experiência completa em seu estabelecimento e ele voltará mais vezes, transformando-se em um cliente fiel. 

 

Para isso, entenda o que seu cliente está buscando e como valorizá-lo por meio de ações práticas no dia a dia.

 

3. Estabeleça um bom atendimento e comunicação

 

O atendimento é uma das principais práticas para destacar-se dos concorrentes, sendo importante incluí-lo em cada etapa do processo. Por isso, acrescente um bom atendimento e uma comunicação clara e objetiva desde o primeiro contato do cliente com seu estabelecimento até o pós-vendas, momento em que seu público poderá precisar de ajuda ou, se for, o caso realizar a troca do produto.

 

4. Apresente soluções para seu público

 

Os hábitos de consumo mudaram e é necessário que seu estabelecimento acompanhe tais mudanças. Atualmente, os consumidores não querem apenas comprar um produto, mas que seja oferecida uma solução. O seu público precisa entender que em sua loja eles compram algo que vai resolver um problema ou simplificar alguma atividade de seu dia a dia. 

 

Entenda e planeje o que pode ser apresentado como uma solução e faça a divulgação para atrair clientes.

 

5. Tenha um PDV completo e eficiente

 

Para realizar melhores e mais vendas, você precisa utilizar a ferramenta ideal para seu estabelecimento, como um PDV completo e eficiente. Na MarketUP isto é possível! 

 

O PDV MarketUP tem todos os recursos necessários para uma excelente gestão, atendimento eficiente e organização para seu estabelecimento. Você poderá se destacar da concorrência e oferecer uma experiência diferenciada para seus clientes. 

 

Abra sua conta na MarketUP e comece a usar!

3 motivos para ter uma loja virtual e vender seus produtos online

Com os processos de transformação digital e digitalização das empresas, passou a ser fundamental oferecer meios de seus clientes comprarem online. Sem que precisem sair de seus locais, os e-commerce promovem mais facilidade e agilidade. Vender pela internet se tornou algo com importantes benefícios para as empresas, já que é possível aumentar o faturamento e atrair mais clientes. 

Saiba porquê ter uma loja virtual em sua empresa. 

3 motivos para ter uma loja virtual em seu estabelecimento

1. Ofereça mais facilidade para seus clientes

Fazer o que precisar pela internet é mais rápido e fácil, já que a tecnologia auxilia na otimização dos processos. Dessa forma, ter uma loja virtual para vender seus produtos é uma maneira de oferecer mais facilidade para seus clientes.

Eles poderão encontrar o que estão buscando e, com poucos cliques, será possível comprarem um item de sua loja ou entrarem em contato em caso de dúvidas. Além de oferecer mais facilidade, você também estará proporcionando uma melhor experiência para seu cliente.

2. Realize vendas em qualquer horário

Na internet não precisa fazer o mesmo horário de estabelecimentos físicos. Assim, há como vender em qualquer horário, durante 24 horas e sem restrição de dias, como finais de semana e feriados. 

A loja virtual disponibiliza a opção de o cliente comprar seus produtos sempre que quiser, sem que precise esperar seu estabelecimento abrir no horário comercial por exemplo.

3. Alcance mais clientes ao ultrapassar fronteiras

Assim como a questão do horário, a loja virtual derruba as barreiras físicas. Afinal, um e-commerce pode ser acessado por pessoas de diferentes localizações. Não é preciso que seu cliente se desloque até seu estabelecimento para comprar porque ele pode acessar o site de onde estiver. 

Venda para um público muito maior com a loja virtual e ultrapasse as fronteiras. 

Na MarketUP você pode configurar uma loja virtual para seu empreendimento e deixá-la com a aparência de sua marca. Confira nosso material de apoio e crie seu e-commerce!

Natal 2020: confira 12 dicas para vender muito nesta data

O Natal é a data mais importante para o comércio. Mas em 2020, ano de pandemia, será diferente? O risco do contágio pelo coronavírus alterou o padrão e o comportamento dos clientes, abrindo um espaço ainda maior para as vendas online, multiplicando as opções de escolhas e facilitando comparações. Como fazer para sua empresa ser escolhida pelo consumidor? Mesmo faltando poucos dias para o Natal, há uma série de práticas que podem ser adotadas para impulsionar as vendas. Veja a seguir as recomendações da consultora do Sebrae-SP Taís Camargo.

DEFINA SEU PÚBLICO-ALVO

Saber para quem você vai vender contribui para a escolha dos produtos, organização da loja e divulgação direcionada.

MIX DE PRODUTOS IDEAL

Lembre-se de que os clientes já têm suas listas de preferências, mas se conseguem encontrar mais opções ficam sempre felizes. Estão em busca de oportunidades e de economizar tempo, então oferte os produtos que possam atender a lista deles.

AÇÕES PROMOCIONAIS

Pense no que você pode fazer para aproveitar o fluxo e as oportunidades que o Natal traz. Mostre que o consumidor pode, além de comprar presentes para os outros, se presentear.

PREPARE A EQUIPE

Considere a necessidade de atenção de seus clientes e os canais de atendimento. Preparar a equipe não significa só ter mais gente, mas ter pessoas preparadas para que o cliente tenha uma ótima experiência de compra.

ORGANIZE SEU PONTO DE VENDA

O Natal pede luzes, cores, alegria. Seus produtos podem chamar a atenção e trazer as pessoas para dentro de sua loja, presencialmente ou online. Pense que a criatividade faz toda a diferença, pois o tema é o mesmo para todas as lojas.

DIVULGAÇÃO

Essa é chave para o sucesso. Conte para seus clientes sobre novidades, ações promocionais, diferenciais (como prazo de troca estendido). Busque estar nos mesmos canais de comunicação dos seus clientes.

CUIDADOS COM PRODUTOS E CLIENTES

Diga ao seu consumidor quais os cuidados de higiene e prevenção você está tomando no ponto físico (limpeza, averiguação da temperatura de funcionários e clientes, higienização das peças e dos provadores, utilização de máscaras, álcool em gel etc).

DELIVERY

As entregas vão continuar sendo tendência. Funciona para produtos já comprados, mas também pode ser utilizada com as famosas “malinhas” para que os clientes possam escolher as mercadorias.

VENDAS ONLINE COM A OPÇÃO DE PACOTE PARA PRESENTE

Ofereça a opção de os produtos já virem embrulhados ou com as embalagens de presentes junto; faz toda a diferença (a dica de conteúdo para as redes sociais é ensinar a fazer o pacote).

FIDELIZAÇÃO E INDICAÇÃO

A experiência de compra está em alta. Quem é bem atendido, é ouvido e recebe atenção de maneira rápida, volta e indica. Prepare sua equipe para atender no ponto físico, mas não esqueça dos canais de comunicação que você criou durante a pandemia. Mensagens pelo celular e pelas redes sociais precisam ser respondidas de maneira rápida e com a mesma atenção do presencial.

NÃO DEIXE SEUS CANAIS DE VENDA ONLINE ABANDONADOS

Mesmo com o aumento do atendimento presencial, não esqueça que o consumidor que você ganhou durante a pandemia ainda está no ambiente online e precisa ser atendido.

BOXING DAY

Esse termo da língua inglesa é muito utilizado em alguns países para denominar o dia 26/12, quando as lojas fazem uma ação promocional para liquidar os estoques de Natal. A principal ideia é fazer uma ação para reduzir o estoque para o início de 2021.

Fonte: Sebrae 

Saiba quais são as principais ferramentas de pagamento online

As lojas virtuais precisam ter estruturas bem definidas para oferecem uma experiência completa para seu cliente. Isto é algo que envolve os meios de pagamento online, visto que disponibilizar diferentes tipos de transações digitais garante que esta etapa fique mais atrativa. 

As ferramentas de pagamento online devem ser implementadas em um e-commerce a fim de que o cliente possa escolher qual método ele prefere em um processo de compra na sua loja, acrescentando mais praticidade e conforto durante a aquisição do produto. 

Outro ponto importante de porquê oferecer múltiplas maneiras de realizar o pagamento online é por ser uma maneira de se diferenciar de lojas virtuais concorrentes. Seu público vai preferir comprar em seu e-commerce por ter a opção que ele prefere, como cartão de crédito por exemplo. 

Atualmente, existe uma grande variedade destas ferramentas. É interessante utilizar mais de uma em sua loja, mas no caso de estar começando nesta área, você pode escolher a que melhor atender suas necessidades. 

1. PagSeguro

Entre as principais ferramentas de pagamentos online, o PagSeguro é uma opção que se destaca. 

Sendo uma plataforma de pagamento online que faz parte do Grupo Uol, esta opção permite transações digitais com diferentes bandeiras de cartão de crédito, além de aceitar boleto bancário e débito online (com os bancos Itaú, Banco do Brasil e Banrisul). 

Assim, seu cliente pode finalizar a compra acessando o PagSeguro e com diferentes métodos de pagamento para ele escolher. A plataforma oferece um alto nível de segurança nas transações online, como compras em e-commerce. 

2. PayPal

Mais uma maneira de pagamento online bastante conhecida e utilizada é o PayPal, uma ferramenta norte-americana. Com o PayPal, é possível realizar transações nacionais e internacionais, mas são aceitos apenas cartões de crédito e débito. 

Um diferencial do PayPal em relação às demais ferramentas é ser mais rápido para validar o pagamento. Além disso, todo dinheiro recebido fica em uma conta online, a qual você, lojista, pode acessar e transferir para sua conta bancária principal. 

3. PayU

O PayU é uma opção mais recente neste mercado, mas igualmente eficiente em relação às ferramentas citadas acima. Seus clientes podem fazer pagamentos com boleto bancário e com as principais bandeiras de cartão de crédito. 

Conheça os sistemas de pagamento utilizados na Loja Virtual MarketUP

O MarketUP, uma plataforma de gestão online e gratuita, utiliza duas empresas de pagamentos online: a PagSeguro e a PayU. Você pode conferir mais informações em nossa UP.Store (clicando no menu na área logada do ERP) e fazer a integração para oferecer mais este excelente recurso aos seus clientes. 

Markup: o que é e como calcular

Veja como esta fórmula pode contribuir nas estratégias de vendas de seu negócio.

Bom, para a empresa ter sucesso em sua trajetória é preciso de um bom planejamento estratégico, além de um belo lucro no final do mês, não é mesmo ?

O objetivo de qualquer empreendimento é gerar lucro. Porém, para alcançar este propósito é necessário muita dedicação, conhecimento do mercado entre várias outras questões estratégicas e de gestão empresarial. 

Sabemos que muitos empreendedores têm dificuldades em calcular os preços de venda de seus produtos, causando prejuízos para a empresa.

O Markup é um dos principais métodos usados para a precificação nestes casos.

A educação financeira é um ponto importante no dia a dia do pequeno varejista. Pois, além de ser responsabilidade do gestor entender todo o processo da operação de seu negócio é ainda de sua responsabilidade o controle financeiro.

Na hora de elaborar o preço de venda final para o consumidor, é importante considerar tudo que sua empresa gasta para levar um produto e/ou serviço ao seu cliente. Este fator é fundamental para uma estratégia comercial de sucesso

Mas, vamos ao longo deste artigo, vamos te ensinar a como precificar da melhor maneira seus produtos. Vamos lá? 

O que é Markup?

O Markup é um termo da economia para indicar quanto do preço do produto está acima de seu custo de produção e distribuição. De forma simples, significa a diferença entre o custo de um item ou serviço e o seu preço de venda. Entretanto, um grande erro das empresas é ver o Markup como lucro e se basear nisso para definir o preço de venda.

Essas empresas esquecem uma série de fatores externos como: impostos, encargos financeiros, comissões e manuseio. Na realidade é tudo bem simples, o Markup representa o percentual da soma de tudo isso, o custo de produção somado aos fatores externos e ao lucro que você quer ter.

Pela sua clareza, o Markup pode ser calculado para cada produto individualmente, ou aplicado para todos os itens de forma genérica, podendo ser um único índice para todos os produtos de sua loja. Além disso, toda empresa pode adotar a ideologia do Markup para definir seus preços. 

Mas, vale lembrar que o markup não pode ser um indicador  isolado para precificar e sim um ponto de partida fundamental neste processo.

Como funciona o Markup?

Para a composição do preço de um produto, muitos fatores são considerados, sejam eles fatores internos ou externos. Para os fatores externos podemos considerar a concorrência, taxa de juros e etc. Já os internos muitos fatores precisam ser analisados seja aluguel, transporte entre muitos outros. 

Esses dados são importantes para não haver erros estratégicos e interferir nos preços. Ou seja, você não cobrar muito caro ou reduzir sua margem de lucro devido a preços muito baixos.

Portanto, fique atento a esses fatores!

Além disso, o markup tem tudo a ver com a margem de lucro, pois através deste elemento fundamental é possível chegar ao preço ideal de seu produto.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Elementos do cálculo

  • Custos de produção, ou aquisição
  • Despesas administrativas
  • Impostos
  • Lucro
  • Em certos casos, a comissão dos vendedores

Todos esses elementos resultarão no seu Preço de Venda (PV), com estas informações é possível fazer o cálculo do Markup Divisor (MKD).

Vamos ao exemplo prático.

 

Exemplo prático

 

Vamos supor que você comprou um tênis de seu fornecer por R$100,00, esse será seu Preço de Custo (PC). O ICMS sobre a venda é de 18%. PIS e COFINS tem 4,65% de incidência, com uma suposta comissão aos vendedores de 2,5%. E as despesas administrativas 6%. Para este exemplo, vamos considerar que o lucro desejado seja de 20%. O resultado desta conta será o Custo Total da Venda (CTV), que neste caso será de 51,15%.

Com o resultado obtido do Custo Total da Venda, podemos fazer o cálculo do Markup Divisor com a seguinte fórmula:

MKD= (PV – CTV)/100

O Preço de Venda (PV) deve ser considerado como 100%, já o Custo Total de Venda (CTV), 51,15%. Então a conta ficará assim:

MKD= (100 – 51,15)/100

MKD= 48,85/100

MKD= 0,4885

Para calcular o Preço de Venda do produto, usamos uma outra conta:

PV= PC/MKD

Sendo PC o Preço de Custo, então:

PV= R$100,00/0,4885

PV= R$204,70

O valor que precisará ser cobrado do tênis é de R$204,70, ou podemos arredondar para R$205,00. Assim você consegue garantir o preço de todos os custos, despesas e impostos, além de gerar o lucro de 20% em cima de seu produto.

Porém, ao chegar no valor final com base no Markup, você deve analisar o valor em relação ao mercado. Se o valor ser incompatível com a média de sua concorrência, algo pode estar errado na sua dinâmica de produção.


Para que serve o Markup?

Estabelecer preços que resultem em retorno financeiro, muitas vezes pode ser um grande desafio para empreendedores.

Por isso, essa fórmula pode ser uma grande aliada para o seu negócio. Pois, por meio dela você consegue formar preços que sejam  ao mesmo tempo bons para você e para seus clientes.

Calcular da forma correta seus preços com base em todos os gastos que sua empresa possui, trará mais segurança a você em relação aos seus resultados.

Além disso,  o markup facilita sua gestão e te dá mais segurança às suas negociações.

A importância dessa técnica de precificação pode se importante para diversas razões.

Por meio dela você consegue saber o momento ideal para dar um desconto para aquele cliente especial. Pois, com o markup você sabe até que ponto consegue mexer no preço sem trazer prejuízos para sua contabilidade

Para você empreendedor que está trabalhando duro diariamente, a ideia que seu negócio deve gerar lucro está clara não é mesmo ? Por isso, você deve ficar atento a tudo que ocorre em seu negócio. Inclusive, preços das vendas de seus produtos e/ou serviços. É importante lembrar que o preço dos produtos devem cobrir seus custos. Pois caso esteja ocorrendo ao contrário, você poderá passar por uma crise financeira.

E se isso acontecer a longo prazo, pode resultar em um enorme problema em seu fluxo de caixa. E aí, muitos problemas podem surgir como a falência prematura de sua empresa.

Por isso, fique atento em todo o planejamento do seu negócio, assim como as métricas de vendas, indicadores de desempenho entre muitos outros fatores.

Pois o sucesso do seu negócio também depende de você !

 

POR: Tainá Almeida

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Como conquistar mais clientes para pequenas empresas

Aprenda a conquistar mais clientes em sua pequena empresa sem gastar muito dinheiro ou acabar trabalhando bem mais do que o normal

Para muitos gestores de vendas e donos de negócios, conquistar mais clientes se traduz em pressionar os vendedores, cobrando com energia e algumas vezes introduzindo incentivos agressivos. Aumentar as vendas pode e deve ser um ato lógico, um processo com começo, meio e fim; ou ainda, o exercício da relação causa-efeito.

Ou seja, para vender mais, qualquer vendedor precisa dominar algumas ferramentas ou estratégias para a geração de prospects – aquelas pessoas ou empresas com potencial para comprar o seu produto.

Cinco poderosas estratégias para pequenas empresas podem gerar clientes potenciais para a equipe de vendas converter em clientes compradores. Elas devem ser colocadas em prática de forma simultânea e os resultados que cada uma proporcionar precisarão ser medidos e transformados em percentual de prospects que acabaram comprando.

1-Marketing direto

Essa estratégia de geração de clientes potenciais ou prospects tem sido usada há anos de forma muito eficaz, em qualquer segmento. O ponto central dela é assegurar que se tenha o pleno conhecimento do mercado alvo (perfil dos clientes e onde encontrá-los) e criar uma oferta atraente e capaz de diferenciar-se da concorrência.

A qualidade da peça publicitária a ser usada nas ações de marketing direto é determinante para o sucesso. Lembre-se apenas que uma criação publicitária não garante o sucesso dessa ação se não houver uma oferta que posicione o produto ou serviço de maneira efetiva na mente do consumidor. Recursos online são poderosos em ações de marketing direto.

2-Networking

Desenvolver relacionamentos com pessoas ou negócios é vital para o sucesso empresarial, independente do porte da empresa. As redes de negócios são efetivas quando se sabe usá-las. A chave para o êxito dessa estratégia é participar de eventos de redes de negócios ou entidades de classe e abordar novas pessoas para o círculo de interesse do seu negócio. O propósito inicial deve ser “dar”, e não “receber”.

Fazer o máximo de contatos possível no menor espaço de tempo, prover informações, trocar cartões, fazer perguntas e colocar-se à disposição para discutir necessidades e como poderia ajudar o contato a partir das informações levantadas. Se você deu mais do que recebeu, seguramente o seu trabalho de networking foi bem-sucedido e em breve começará a colher frutos desse esforço.

3-Material de publicidade

Criar peças promocionais e outros materiais de marketing contribui para gerar uma boa impressão aos clientes potenciais. Criações bem elaboradas e uma boa e atraente oferta podem gerar um grande número de prospects para iniciar relacionamento através da equipe de vendas e pouco a pouco ser convertido em clientes.

O advento do meio digital ampliou os recursos para acessar o consumidor e devem ser uma das principais ferramentas de marketing pelo seu imediatismo, eficácia e baixo investimento.

4-Seminários gratuitos

Uma forma muito eficaz de gerar exposição de serviços e produtos são seminários e eventos setoriais. Um construtor pode participar de eventos de decoração ou sustentabilidade, assim como um médico pode estar em inúmeras situações com assuntos diversos relacionados à saúde; um corretor de seguros pode participar de praticamente todos os tipos de eventos do mercado com palestras e informações sobre prevenção de riscos e contratação de coberturas bem dimensionadas.

O resultado desse trabalho será o posicionamento da empresa em determinado setor para s prospecção de oportunidades junto aos clientes potenciais que participam da classe organizadora do evento.

5-Programa de indicações

Solicitar indicações aos clientes, prospects, amigos e conhecidos é a estratégia do mais alto impacto para a geração de clientes potenciais. Em geral, negócios fechados a partir de indicações e referências ocorrem em tempo menor do que aqueles que foram originados por outros recursos – via website ou outra forma de propaganda.

A única coisa que se tem a fazer é criar um mecanismo de reconhecimento e agradecimento a aqueles que geraram as indicações que se converteram em clientes. Hoje em dia muitas empresas estão conseguindo transformar programas de indicações e referência como o mecanismo número 1 de geração de “leads” ou prospects.

Por: Marcos Biaggio, representante da ActionCOACH no Brasil

Saiba como aumentar as vendas em sua Pet Shop

Nem é preciso muito dinheiro para inovar e aumentar as vendas de sua Pet Shop, tudo se consiste na criatividade

Os gestores de lojas Pet Shop têm inúmeras ideias promocionais divertidas e criativas para seus negócios à sua disposição. O melhor de tudo, essas ideias podem custar pouco ou nenhum dinheiro. Aqui estão algumas coisas legais.

Hospede um desfile fashion de cachorrinhos

pet shop-marketup-buldogues

Ou, se alguma data comemorativa estiver próxima, encene um concurso de fantasias para animais de estimação. Você pode convidar pessoas para trazer seus animais de estimação enfeitados para sua loja, e pedir aos clientes que votem na melhor fantasia. Onde o animal de estimação pode receber um prêmio de sua loja (como guloseimas ou brinquedos). Em seguida, publique as fotos no blog da sua empresa ou no boletim informativo eletrônico.

Destaque um animal de estimação da semana / mês em seu blog ou em seu boletim informativo

Sempre que um cliente entra em sua loja com seu (s) animal (s), tire uma foto e poste-a em seu blog ou em seu boletim eletrônico. Você também pode convidar os clientes a enviar suas fotos de animais de estimação favoritas para você postar no blog da sua empresa.

Ofereça cupons e / ou concursos

Embora este exemplo não tenha nada a ver com animais de estimação, é uma ótima ideia para empresas de animais de estimação. Há uma loja de artigos de beleza que envia boletins informativos a cada poucas semanas, com cupons de desconto para novos produtos que eles querem promover.

Quando eles decidiram instalar uma pequena estação de tratamento capilar e contratar uma estilista em meio período para oferecer serviços de cabelo na loja, eles não só anunciaram isso em seu boletim informativo. Como também ofereceram aos clientes cupons de desconto para serviços de estilo. Além disso, eles convidaram pessoas para participar de um concurso para disputar um corte de cabelo gratuito. Se você oferecer cupons, verifique se eles têm uma data de expiração específica e se os termos estão claramente definidos.

Distribua amostras grátis

Quando a pet shop frequente decidiu vender uma nova linha de ração para gatos, eles ofereceram brindes. Eles colocaram amostras em pequenos sacos de armazenamento, cada um com uma etiqueta barata mas colorida contendo o logotipo da loja e o nome do produto. Meu gato adorou e agora ele é um cliente fiel.

Parceria com um abrigo de animais ou organização de resgate para realizar dias de adoção de animais de estimação. Esta é uma ótima maneira de promover o seu negócio, além de realizar um serviço valioso para a comunidade.

Encontre um bom especialista em lojas de animais para ajudar a promover seus produtos ou serviços

Estamos sempre à procura de lojas de animais, produtos, serviços e fotos interessantes para mostrar neste site. Então não seja tímido. Entre em contato! Estas são apenas algumas das muitas ótimas maneiras de promover sua loja que custam pouco ou nada. Além disso, você pode envolver seus clientes e outras pessoas da comunidade. Então é divertido para todos!

As vantagens de repor o estoque de sua Pet Shop na Central de Compras MarketUP

Repor o seu estoque às vezes pode ser uma tarefa difícil, mas você pode mudar isto comprando produtos como snacks caninos, acessórios de animais, desinfetantes veterinários, produtos agroquímicos e muito mais.

A diferença? Você comprará com grandes fornecedores diretamente pelo nosso canal e os preços estarão muito abaixo da média. Você pode conferir entrando no site (https://centraldecompras.marketup.com), faça seu cadastro se você ainda não o tiver e compre marcas famosas que os clientes adoram como a Pedigree.

Fonte: