Últimas postagens

Ver todos

3 dicas de franquia para investir com menos de R$20 mil

Acompanhe estas dicas de franquia para investir em um negócio com valores inferiores à R$ 20 mil reais de gastos

 

Se a pessoa tem o sonho de empreender, mas não chegou a desenvolver um plano de negócios para isso, uma dica é investir em microfranquias, que são opções cujo modelo de negócios já foi amplamente testado, portanto oferece risco muito pequeno. Acompanhe nossas dicas de franquia, pois algumas apresentam investimento abaixo de R$ 13 mil, o que torna o sonho acessível para quem pretende usar o décimo terceiro.

 

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), cerca de 82 milhões de trabalhadores foram beneficiados com o 13º salário em 2017, um aumento de 4,7% na comparação ao ano passado

 

Ao todo, R$ 200,5 bilhões foram injetados na economia brasileira. Aos que não comprarão presentes de fim de ano ou pagarão dividas, uma opção é o dinheiro em negócio próprio, de baixo investimento e baixo risco: as microfranquias.

 

O que é uma microfranquia?

 

Considera-se microfranquia quando o investimento inicial não ultrapassa R$ 80 mil, sendo que dentro desse grupo existem bandeiras que custam até 70% menos que esse valor. A Seguralta, única no franchising que oferece serviços de corretagem, é um exemplo.

 

O modelo home based (quando o franqueado trabalha em casa) custa R$ 16.500. Este é um formato que tem atraído a atenção de empreendedores devido aos valores acessíveis, a fácil manutenção do negócio e economia com gastos de ponto comercial. Não surpreende que das 550 franquias vendidas da Seguralta, boa parte seja do tipo home.

 

Mais dois exemplos: Evolute Cursos Profissionalizantes, rede de escolas de cursos voltados para a nova classe média brasileira, em que o investimento inicial pode ser de R$ 18 mil; e Sr. Computador, especializada em manutenção de computadores, tablets e acessórios.

 

Confira os detalhes de cada bandeira:

 

Nome: Seguralta Franchising

Investimento inicial: R$ 16.500

Taxa de franquia: R$ 16 mil

Royalties: 25% sobre o faturamento mensal

Taxa de propaganda: Isento

Retorno do investimento: 6 a 12 meses

Faturamento mensal bruto: R$ 8 mil

Site: www.franquiaseguralta.com.br

 

 

Nome: Evolute Cursos Profissionalizantes

Investimento inicial: de R$ 18 mil a R$ 50 mil

Taxa de franquia: de R$ 9 mil a R$ 21 mil

Royalties: R$ 160 mensais por computador com sistema de ensino instalado

Taxa de propaganda: Isento

Retorno do investimento: de 12 a 24 meses

Faturamento mensal bruto: R$ 50 mil

Site: www.evolutecursos.com.br

 

 

Nome: Sr. Computador

Investimento inicial: R$ 13 mil

Taxa de franquia: R$ 12.500

Royalties:

  • Um salário mínimo no primeiro ano
  • Dois salários mínimos a partir do segundo ano

Taxa de propaganda:

  • 25% de um salário mínimo no primeiro ano
  • 50% de um salário mínimo a partir do segundo ano

Retorno do investimento: de 8 a 12 meses

Faturamento mensal bruto: R$ 20 mil

Site: www.srcomputador.com.br

 

Por: Damaris Lago

5 Tipos de Negócios que Exigem Pouco Investimento

Saiba quais atividades exigem baixo custo inicial e boa margem de lucro

Todo tipo de negócio envolve gastos. Ainda não conseguimos identificar uma atividade com custo zero e lucro rápido e elevado. Mas você não precisa perder as esperanças ou adiar os planos de ter seu próprio negócio por ter pouco dinheiro para investir. Selecionamos algumas atividades lucrativas e que exigem baixo investimento inicial. Saiba quais são elas:

1 – Produtos e serviços autorais. Ganhe dinheiro fazendo algo que você domina

Nada melhor do que exercer uma atividade de negócio que dominamos totalmente. Algo que dependa exclusivamente das nossas habilidades e que não exija necessariamente um escritório. Se você é designer, artesão ou gosta de criar você pode abrir um e-commerce com suas obras e ganhar dinheiro vendendo produtos que exclusivos. O investimento inicial de um e-commerce com um estoque de pequeno porte não ultrapassa os R$ 10 mil.

2 –  Loja de concertos

Esse tipo de negócio também não exige necessariamente um escritório, basta ter um cantinho de trabalho na sua residência. Desde que este cantinho seja organizado, você pode fazer seus horários e encontrar o material que precisa facilmente. Podem ser feitos consertos de roupas, móveis, eletrodomésticos ou eletrônicos. O investimento inicial será para a compra ou reposição de ferramentas, ou seja, dependendo da sua atividade, pode ser menos de R$ 5 mil. Além da compra de mesa e cadeira, armários ou caixas de armazenamento.

Mas é importante que você separe um pouco do investimento para divulgação. Sites e panfletaria ajudam bastante.

3 – Ofereça consultoria abrindo seu próprio negócio

Utilize a sua bagagem profissional. Quando sua carreira serve de inspiração para outros profissionais, pode ser a hora de abrir sua empresa de consultoria. O custo inicial é baixo, variando entre R$ 8.000,00 e R$ 15.000,00. Se você já tiver bons contatos profissionais, o investimento vai basicamente para o seu marketing, com a criação de presença digital e fomento de redes como LinkedIn, Facebook, Youtube, além de um bom site.

4 –  Beleza e estética são ramos muitos fortes no Brasil

No Brasil, o ramo de estética e beleza é um dos mais lucrativos. Em tempos de crise, onde as pessoas estão com a auto estima baixa, os salões ficam mais cheios. Recrutar profissionais especializados e abrir um pequeno salão, pode ser uma ótima alternativa para quem possui menos de R$ 20.000,00.

Porém, se você não quer abrir um salão, existe uma outra alternativa: o atendimento à domicílio. Você pode oferecer serviços especializados, como: coloração, cortes, manicure e pedicure na residência das pessoas. Uma tendência que cresceu nos últimos anos pela praticidade e economia. Não tendo um espaço físico, o profissional pode ter preços mais por serviços que geralmente seriam mais caros nos salões.

5 – Revendedores podem alcançar grande margem de lucro

A dinâmica desse tipo de negócio é bem simples. Você adquire produtos de terceiros e os revende exatamente como comprou ou customizados. Por exemplo, se você compra roupas no atacado, pode vender no varejo por um valor maior. Caso queira customizar as roupas, o valor de venda se eleva. O investimento inicial fica por conta do estoque, que deve ter certa variedade, e do seu modo de divulgação, que pode ser através de e-commerce, sites, Facebook, Instagram ou até mesmo individualmente.

Existem dados de crescimento desse tipo de serviço. Entre bons profissionais, eu conheci três que cortavam cabelos por mais de R$ 400,00 aqui no Rio, em casa, e com agenda bem lotada!