Conheça o case de sucesso 99Táxi

O aplicativo considerado o primeiro “unicórnio” brasileiro

A ideia de três universitários brasileiros deu origem em 2012 a um dos aplicativos mais utilizados hoje o 99Táxi.

Um dos sócios Ariel Lambrecht após viajar para Alemanha viu que estava na moda usar aplicativos pelo celular para chamar um táxi. Por isso a partir dessa experiência ele resolveu trazer essa ideia para o Brasil.

Ele decidiu compartilhar seus propósitos a um colega de sua universidade Renato Freitas, seu sócio na startup Ebah uma rede social para compartilhamento de conteúdo acadêmico. E depois se reuniram ao Paulo Veras um homem de gestão, com mais experiência no mercado de empreendedorismo, por ter criado diversas startups

O aplicativo de transporte recebeu cerca de R$ 50 mil do trio para ao mercado e após seis anos o 99 tornou-se, oficialmente, o primeiro unicórnio brasileiro, jargão usado pelos profissionais de tecnologia para designar as startups avaliadas em US$ 1 bilhão ou mais.

O Aplicativo

O 99 ajuda taxistas e passageiros a se conectarem por meio de smartphones, e também permite o pagamento da corrida de forma totalmente digital, além de oferecer promoções aos usuários por meio de parcerias com outras empresas.

Os empreendedores do 99 desenvolveram o app em aproximadamente um mês e meio. No início, contaram com poucos recursos e muitos desafios, pois ainda naquela época não era comum o uso de smartphones por todas as pessoas. Muitos taxistas não tinham celular e outros nem sabiam o que era. Por isso o primeiro desafio foi apresentar aos taxistas o aplicativo. Os fundadores do projeto chegaram até a ensinarem os profissionais a como usarem um smartphone.

 Modalidades do 99Táxi

O aplicativo oferece três modalidades aos usuários que variam de valores mais econômicos até carros de luxo, com a proposta de atender a todos os públicos.

O 99TAXI é o serviço mais antigo, pois os usuários são atendidos por taxistas que são cadastrados no app. O 99POP é a modalidade mais recente que envia motoristas particulares, por um preço mais baixo, similar ao serviço que a concorrente Uber oferece com o UberX . E para os usuários que precisam de serviços mais especiais a startup oferece o 99TOP que é um serviço com carros de luxo e valores bem maiores.

 A ascensão do app

Em 2013 foi o auge dos aplicativos de transporte. Apesar do aumento da concorrência, o número de usuários que entraram na plataforma também cresceu. Com isso, a empresa rapidamente ultrapassou sua meta e chegou, em determinado momento do ano, a cadastrar cerca de cem novos taxistas por dia.

Nesse ano, a startup brasileira foi vendida para a chinesa Didi Chuxing por valor que a coloca como o primeiro “unicórnio” brasileiro

Hoje um milhão de passageiros chama um táxi pelo 99Taxi. O sucesso da ideia desses empreendedores foi tanto que após dois anos do lançamento do app, a empresa já tinha mais de 70 mil taxistas na plataforma.

Atualmente, o 99Taxi é o maior aplicativo para chamar táxis do país e representa 75% da frota de São Paulo.