Últimas postagens

Ver todos

O que fazer depois de abrir uma empresa: 5 dicas para ter sucesso

Depois de fazer muita pesquisa de mercado, tirar dúvidas e economizar dinheiro, você conseguiu: abriu sua própria empresa do zero. Contudo, você sabe que ainda faltam outras mil coisas a serem resolvidas, certo? Mas, afinal, o que fazer depois de abrir uma empresa? Comprar todos os equipamentos, contratar funcionários e investir em estratégias de marketing são essenciais. Mas, como empreendedor, você sabe que este é apenas o começo da sua jornada em busca do sucesso.

Como você já deve estar cansado de saber, a cada quatro empresas abertas, uma fecha antes de completar dois anos. Portanto, seu trabalho neste período inicial deve estar 100% focado em não deixar que seu negócio morra na praia. Para isso, seus próximos passos depois de abrir uma empresa são fundamentais e devem ser acertados. E dar um passo em falso por falta de planejamento pode custar mais do que o prejuízo do seu investimento. Mas você não precisa passar por tudo isso.

Para ajudar você a passar por esta fase crucial, separamos as cinco dicas a seguir. Então continue com a gente e descubra o que fazer para não tropeçar na largada.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

FAÇA UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO

o-que-fazer-depois-de-abrir-uma-empresa (3)

Nesta primeira etapa do seu negócio, dedicar atenção ao controle financeiro pode ser a diferença entre sucesso e fracasso. Afinal, gastar mais do que se tem pode levar sua empresa a acumular dívidas caríssimas. Faça um planejamento detalhado.

Descubra quanto dinheiro você tem disponível para gastar no negócio e tenha esse valor sempre em mente ao fazer planos. Tome muito cuidado para não confundir suas finanças pessoais com as finanças da empresa. Um contador pode lhe ser útil.

Evite também dar um passo maior que a perna, ou seja, gastar demais quando o momento deve ser de economia. Afinal, sua empresa está apenas começando, então não espere retorno financeiro tão cedo. Enfim, seja inteligente com seu bolso. 

DESENVOLVA HABILIDADES DE GESTÃO

o-que-fazer-depois-de-abrir-uma-empresa (4)

Sabe qual o maior erro que novos empreendedores cometem ao abrir seus negócios e que contribui para sua falência? Não investir em conhecimentos de gestão. Daí, entram no negócio com a cara e com a coragem e acham que terão sucesso fácil.

Se você deseja que sua jornada empreendedora dure mais do que apenas alguns poucos meses, primeiro desenvolva habilidades de gestão. Invista seu tempo livre em cursos, gratuitos ou não, e esteja atento a novidades que podem ser úteis.

Com tempo e prática, você se tornará um empreendedor muito mais atento às necessidades da sua empresa. E saberá identificar no ato estratégias que possam ajudar seu negócio a crescerem ainda mais. Mas tudo deve começar com estudos.

ACOMPANHE NOVIDADES E DICAS ÚTEIS

o-que-fazer-depois-de-abrir-uma-empresa (6)

Manter-se atualizado pode dar a você uma chance de sair na frente de seus concorrentes e garantir sucesso nos negócios. Afinal, na era das redes sociais, é necessário ficar ligado 24h nas tendências para não perder nada e sair prejudicado.

Separar alguns minutos para se atualizar pode ser o que faltava para ter AQUELA ideia que irá impulsionar sua empresa. Ou então, receber algumas dicas super úteis para vencer obstáculos da rotina e aumentar os resultados positivos do seu negócio.

Aqui no blog, você tem acesso a conteúdos completos e atualizados sobre assuntos pertinentes ao dia a dia do empreendedor. Além de dicas sobre mercado, gestão, finanças, produtividade e marketing que ajudam seu negócio a crescer. 

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

DESCUBRA COMO ATRAIR SEUS CLIENTES

o-que-fazer-depois-de-abrir-uma-empresa (2)

Uma das dúvidas mais comuns de quem acaba de abrir sua própria empresa é sobre como atrair clientes. Afinal, eles são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. Mas como se destacar em um mercado altamente competitivo?

Descobrir como atrair e fidelizar clientes deve ser uma de suas principais preocupações ao iniciar suas atividades empresariais. Então, pergunte-se: quem você quer que seja seu público e o que ele espera de uma empresa como a sua? 

Para começar, aqui vai uma dica: o público de hoje é muito mais diferente do público de 10 anos atrás. Ele espera empresas mais humanizadas. Então, lembre-se: mais importante do que se vende ou qual serviço presta é o motivo para fazer isso.

USE UM SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL

o-que-fazer-depois-de-abrir-uma-empresa (1)

Por mais que seja seu desejo, empreendedor algum pode se desdobrar para dar conta de mil tarefas diárias. Contratar colaboradores alinhados com as necessidades da empresa ajuda, mas não resolve. Mas e quanto usar a tecnologia?

Para ajudar micro e pequenos empreendedores, como deve ser seu caso, é que foi criado o sistema de gestão empresarial. Ou seja, um software utilizado para integrar os processos internos de uma empresa e economizar muito mais tempo e dinheiro.

Melhor ainda é quando esse sistema de gestão é 100% gratuito e conta com recursos para qualquer segmento do mercado. Além de consultores especializados e uma equipe de suporte preparada para atender quaisquer dúvidas de usuários.

Por: Luis Carvalho

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Como economizar dinheiro para abrir uma empresa: passo a passo

Você está decidido: vai abrir sua própria empresa do zero, realizar um sonho pessoal e tornar-se um empreendedor de sucesso. Mas por onde começar? Afinal, saber como empreender corretamente vai muito além do que apenas escolher um nome criativo para seu negócio, não é? Ler alguns livros interessantes pode até ajudar você a encontrar um caminho, mas nada irá sair do papel sem capital. Então, como começar a economizar dinheiro para, enfim, conseguir abrir sua empresa?

Para isso, é comum que empreendedores iniciantes recorram a sócios, agências de fomento ou até mesmo usem o próprio FGTS. Mas será que essas opções valem mesmo a pena? Afinal, é possível investir em negócios lucrativos com segurança sem precisar se comprometer tanto assim. Basta estar motivado o bastante para fechar o bolso e guardar dinheiro suficiente para começar uma empresa. Sim, sabemos que essa não é uma tarefa fácil, mas com certeza é possível.

Para ajudar você, futuro empreendedor, a economizar o suficiente para tirar sua ideia do papel, fizemos este passo a passo. Então pegue seu bloquinho para anotar todas as dicas financeiras que daremos a seguir e descubra como juntar dinheiro. 

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

1º PASSO: CONHEÇA O MONTANTE NECESSÁRIO

como-economizar-dinheiro-para-abrir-empresa (2)

O primeiro passo para começar a economizar dinheiro, naturalmente, é saber quanto dinheiro você irá precisar para abrir sua empresa. Afinal, é necessário ter capital suficiente para comprar ou alugar um imóvel, adquirir equipamentos, contratar funcionários e muito mais. Leve em consideração também que pode levar tempo para que o negócio dê lucro, então é necessário estar preparado financeiramente. Portanto, pesquisar o mercado previamente é fundamental para abrir uma empresa, seja uma hamburgueria, uma cafeteria ou mesmo alguma franquia.

2º PASSO: ELIMINE SEUS GASTOS SUPÉRFLUOS

como-economizar-dinheiro-para-abrir-empresa (3)

Todos temos gastos desnecessários, seja aquele cafezinho durante a tarde, um docinho após o almoço ou a cervejada com amigos. É óbvio que não há nada errado em gastar um pouco com esses pequenos prazeres, desde que seja esporádico. Porém, quando esses gastos tornam-se um hábito diário, é necessário ficar alerta para que seu dinheiro não saia do controle. Afinal, se você sonha em empreender com seu próprio dinheiro, cada real guardado te deixa mais perto de seu objetivo. Então que tal fazer um pequeno sacrifício e fechar a carteira? Vai valer a pena.

3º PASSO: DEFINA E GUARDE UM VALOR MENSAL

como-economizar-dinheiro-para-abrir-empresa (7)

Se você depende de um salário mensal para pagar as despesas do dia a dia, pode achar difícil guardar dinheiro. Isso é natural, afinal, as contas muitas vezes caríssimas de moradia, alimentação, vestuário, educação, entre várias outras, não esperam, certo? Mesmo assim, se você deseja empreender e ter um negócio para chamar de seu, guardar um valor mensal é essencial. Mas não precisa ser nenhum valor absurdo que possa fazer falta em seu dia a dia, é claro. Daí a importância de cortar os gastos supérfluos como falamos no item anterior. Defina qual valor é o mais adequado de acordo com seu estilo de vida e separe para realizar seu sonho.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

4º PASSO: POSSUA OUTRAS FONTES DE RENDA

como-economizar-dinheiro-para-abrir-empresa (6)

Se seu salário fixo não lhe permite guardar nenhum valor mensalmente, outra alternativa possível é encontrar fontes de renda alternativas. Já tornou-se comum, principalmente na era da Internet, dedicar-se a atividades paralelas que tragam mais conforto financeiro. É o caso, por exemplo, dos profissionais que atuam como freelancers nas “horas vagas”, seja com presencialmente ou home office. A renda extra no final do mês é muito bem-vinda para desafogar as contas e, quem sabe, guardar para empreender. Com quais outras fontes de renda você pode contar?

5º PASSO: INVISTA SEU DINHEIRO SABIAMENTE

como-economizar-dinheiro-para-abrir-empresa (5)

Na maioria das vezes, apenas guardar dinheiro conquistado com suor por anos não é suficiente para abrir seu próprio negócio. Então, você precisa fazer seu dinheiro trabalhar por você. Investí-lo para fazê-lo render um valor razoável ainda é a melhor alternativa para conquistar o capital desejado mais rapidamente. Então, se você tem o hábito de colocar todo seu dinheiro na caderneta de poupança, reavalie essa atitude. Afinal, a poupança não é a melhor opção de investimento para quem pretende juntar dinheiro para abrir uma empresa. Portanto, analise outras opções e invista seu dinheiro com sabedoria e cautela.

6º PASSO: MANTENHA O FOCO NAS ECONOMIAS

como-economizar-dinheiro-para-abrir-empresa (4)

O que falta à maioria dos brasileiros que pretende abrir a própria empresa? A resposta, infelizmente, é: educação financeira. E não investir nesse conhecimento logo no começo pode ser um dos erros que, mais para frente, pode custar caro. Assim, vale a pena estudar o assunto por meio de cursos gratuitos sobre gestão, empreendedorismo e muito mais. E, mesmo depois de abrir seu negócio, a economia deve continuar a ser quase uma obsessão em todos os aspectos. Por exemplo, na escolha do sistema de gestão empresarial que irá ajudar você a organizar sua empresa. Afinal, por que pagar por um software quando se pode ter outro que faz tudo e mais um pouco gratuitamente?

Por: Luis Carvalho

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Vale a pena pegar empréstimo para abrir uma empresa?

O empréstimo, por si só, não costuma ser ruim, desde que seja bem planejado

 

O espírito inventivo do brasileiro faz com que o empreendedorismo esteja sempre em desenvolvimento. O problema, muitas vezes, é que não é possível colocar alguns projetos em prática devido às questões financeiras que inesperadamente aparecem. Nestes casos, aumenta a necessidade de conseguir um financiamento para o novo negócio. E, claro, um dos principais recursos buscados é o empréstimo para abrir uma empresa.

Enquanto, para alguns, esta decisão parece muito arriscada ou nada benéfica, para outros, uma quantia emprestada para iniciar uma companhia é a melhor escolha. É importante adiantar, nesta questão, que o empréstimo por si só não é considerado catastrófico. Porém, é preciso que haja bom planejamento para evitar déficits desnecessários e que até inviabilizem a continuidade da companhia.

Confira algumas coisas a se considerar antes de pegar um empréstimo para abrir uma empresa:

PLANEJAMENTO ESSENCIAL

Antes de qualquer negociação com o banco para conseguir aporte financeiro, é muito importante se planejar bem. É preciso mensurar algumas coisas básicas, como a capacidade de desenvolvimento da empresa nos primeiros meses e seus custos obrigatórios. Além disso, é crucial saber estratégias para conquistar o público-alvo no mercado e a capacidade financeira atual para cobrir imprevistos. Uma técnica viável para organizar bem estes pontos anteriores é o plano de negócios; com ele bem estruturado, torna-se até mais fácil conseguir um empréstimo em instituições financeiras, caso seja necessário.

INVESTIMENTO PRECISO

Não recomenda-se pegar grandes empréstimos no início do negócio, principalmente por questões de saúde financeira da empresa. Por isso, a quantia que for adquirida — por menor que seja — deve ser investida da melhor forma no negócio. Ou seja, após feito o planejamento, é importante saber onde exatamente a quantia será investida e a consequência disso a médio-longo prazo. Isso deve ser levado em consideração porque a aplicação incorreta do dinheiro adquirido não trará os efeitos que façam valer a pena o empréstimo.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

RESERVA FINANCEIRA

Ter uma reserva financeira é bem importante para quem deseja administrar o próprio negócio. Com ela, é possível arcar com a abertura da empresa ou, depois dela ter sido inaugurada, pagar eventuais prejuízos. Caso não haja essa possibilidade de reserva, será importante considerar um pedido de empréstimo para abrir a empresa. Entretanto, mesmo que uma quantia seja emprestada por alguma instituição, é recomendado fazer uma reserva financeira para arcar com imprevistos que possam comprometer o pagamento do empréstimo, mesmo que ele seja parcelado.

TIPOS DE EMPRÉSTIMO

Antes de abrir uma nova empresa, o empreendedor que deseja pegar um valor emprestado deve saber bem quais são alguns tipos de empréstimo. Com isso, será possível escolher a melhor opção e se planejar da melhor forma para quitá-lo.

Empréstimo para capital de giro: O capital de giro é o montante utilizado para manter as atividades diárias da empresa em funcionamento. Seu objetivo, por exemplo, é cobrir gastos com funcionários ou na compra de matéria-prima. Um empréstimo para esta função, portanto, será dado por uma instituição financeira com o intuito de fazer as atividades básicas do negócio funcionarem. É possível negociar com o banco as melhores condições para pagamento, principalmente se a empresa já for cliente da instituição.

Empréstimo para investimento fixo: Este modelo de subsídio financeiro serve para que o empreendedor expanda suas instalações ou compre novo maquinário, por exemplo. Imagine que alguma empresa vende comida e precisa de mais um fogão para dar conta da demanda que aumentou. A compra deste aparato será possível por meio de um empréstimo para investimento fixo. E sua quitação, portanto, será viabilizada pelo lucro que foi aumentado com a compra de um novo fogão e maior atendimento de clientes.

DATA DE PAGAMENTO

Após levar todos os fatores anteriores em consideração, deve-se também mensurar em qual data e forma o pagamento do empréstimo será feito. Estabelecer isso fará com que o empreendedor se organize para cumprir seus compromissos, além de construir boas estratégias para quitá-los.

 

POR: Rudiney Freitas