Últimas postagens

Ver todos

Cupom fiscal e nota fiscal: Saiba a diferença para não se confundir

Apesar dos dois documentos basicamente terem a mesma função, você, empreendedor precisa entender as diferenças para não se confundir. Essa diferença deve estar clara tanto para o varejista quanto para o consumidor final. Pois, por exemplo na hora de trocar um produto o cliente precisa da nota fiscal e não do cupom, certo ?

Mas, vamos entender primeiramente o que é cada um.

NOTA FISCAL: O que é?

A nota fiscal é um tipo de documento com a finalidade de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviço. A nota fiscal pode ser impresso e funciona como um recibo obrigatório, sendo entregue ao consumidor após a realização da compra de um produto ou serviço. Além disso, este documento serve para recolher impostos. Ao emitir a nota fiscal, você garante que  sua empresa pague os tributos corretamente e ainda ajuda a manter o seu negócio em dia.
As notas fiscais podem ser usadas tanto por empresas  como por profissionais autônomos, os MEIs.

E para seu estabelecimento emitir este documento é necessário um emissor fiscal, que normalmente é uma funcionalidade de um sistema de gestão. Uma tecnologia importante para o seu negócio. 

E caso o seu cliente precise trocar uma mercadoria, o mesmo precisa apresentar a nota fiscal. Pois, este documento fiscal contém todas as informações da aquisição do produto, assim como os dados do cliente. 

Outro ponto importante sobre a nota fiscal é que nela constam todas as informações da transação comercial:

A nota fiscal deve conter todos os dados da transação, como:

  • CNPJ da empresa;
  • endereço da empresa;
  • data da operação;
  • valor do produto ou do serviço;
  • impostos recolhidos;
  • dados do comprador;
  • inscrição estadual ou municipal;
  • e muito mais.

Vale ainda ressaltar que existem  três tipos de notas fiscais, a NF-e, NFS-e e a NFC-e.
Cada uma com sua finalidade que vai desde operações de compra e venda até registro de serviços.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

CUPOM FISCAL: O que é ?

O cupom fiscal também é utilizado para formalizar uma venda e tem o papel da nota fiscal, porém é um documento fiscal que é emitido para o consumidor final no comércio. Este cupom é emitido por uma impressora especial, mais conhecida como ECF (Emissor de Cupom Fiscal).

No Cupom Fiscal é possível ver informações, como:

  • Compra ou venda de produtos;
  • Descrição dos itens;
  • Valor dos itens;
  • Local, data, hora;
  • Valor de pagamento e, se houver, o valor do troco recebido pelo cliente.

Apesar de ser um documento de registro de vendas, ele não possui todas as informações a respeito da venda do produto e também não possui os dados do cliente. Ou seja, pela falta de informação, com este documento não é possível realizar trocas de produtos.

Mas afinal, qual é a diferença ?

A diferença está basicamente nas informações de cada documento. Pois na nota fiscal o consumidor é identificado ao contrário do cupom fiscal. Por conta disso, os processos de trocas ficam comprovados após a apresentação da nota fiscal como comprovante de venda. Assim, a empresa fica mais segura contra fraudes. Outra diferença, está na emissão entre o cupom fiscal e a nota fiscal. Para emitir o cupom fiscal é necessário um equipamento específico: o ECF. Por meio dele é feito a transmissão de dados e pela impressão das informações da venda.

Já a nota fiscal está ligada a um emissor de nota fiscal que conecta as informações diretamente com a SEFAZ.

O AVANÇO DA TECNOLOGIA

Com o avanço da tecnologia e as facilidades de seu uso, a NFC-e está substituindo o cupom fiscal em todo país. Por ser uma nota estadual, cada estado tem suas regras para a emissão.

No estado de São Paulo, por exemplo, exige a utilização do SAT, que documenta e valida as transações comerciais.  

A NFC-e também pode ser emitida por meio de uma DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) em qualquer tipo de impressora.

Com a NFC-e, o cupom fiscal e a nota fiscal tradicional vêm perdendo espaço. Embora, muitos estabelecimentos ainda utilizam este sistema antigo.

 

POR: TAINÁ ALMEIDA

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

 

Passos simples para começar um negócio que faça a diferença

Saiba como começar um negócio inovador que fará diferença na sua vida como empreendedor

Donos de negócios de sucesso, quando estão para começar, muitas vezes triunfam ao acreditar em seus instintos, tomando riscos calculados e enfrentando a incerteza da criatividade para resolver seus problemas diários.
Se você tem o fogo empreendedor, saiba que o processo de lançar e construir um negócio de sucesso é um grande prêmio por si só. Mas quando este trabalho também envolve a comunidade em que está inserida, muitos empresários descobrem um nível mais profundo de felicidade.

Quer construir um negócio de sucesso que faça a diferença? Aqui está o caminho para começar no mundo dos negócios:

Coloque a lógica de lado, comece com o coração

Começar construindo uma lista das categorias de negócio que você acha especialmente inspiradoras é uma boa dica para começar. Imagine os seus dias, deixe o coração fazer a escolha e não tenha medo do inesperado. Assim que você tiver a “lista emocional” pronta, está na hora de tocar para frente os seus planos.

Agora deixe a racionalidade tomar controle

Sem dúvidas, sempre será necessário verificar os custos, benefícios financeiros e outras realidades de cada negócio. Por isso, procure saber o que cabe no seu bolso, até onde vão suas metas e tenha a visão de um estilo de vida satisfatório. Estes dois passos costumam direcionar as pessoas direto para seus objetivos.

Uma franquia estabilizada pode ser o caminho para o sucesso

Uma franquia global combina a independência de gerenciar um pequeno negócio, com a vantagem de ter uma rede de grandes negócios como suporte. A partir do momento que você compra um negócio franqueado, um ponto crucial é que você não vai se desgastar com a montagem e inauguração da loja. A maioria das franquias proporcionam treinamentos e suportes em diversas áreas da gestão, o que pode ser uma grande experiência para aqueles que não possuem conhecimento prévio.

Fazer a diferença e viver fazendo algo que você ama pode ser o prêmio final

Alguns modelos de negócios causam um impacto direto e pessoal nas vidas de milhares cidadãos, de forma que melhore e facilite o dia a dia. Interagir com clientes empolgados com os seus produtos pode ser recompensador, as pessoas chegam até a te agradecer por ter aberto sua empresa naquele local – que sentia carência de estabelecimentos do ramo. Por isso, seja como franquia ou empresa própria, é preciso arriscar.