Últimas postagens

Ver todos

Coworking: como saber se é a melhor ideia para sua startup?

Se você está pensando em empreender e começar seu próprio negócio, já deve ter pensado seriamente sobre os gastos. E a reflexão é em relação ao espaço, mobília, valores das contas diárias ou outras muitas coisas. No entanto, há uma boa possibilidade: trabalhar em um coworking, uma ideia inovadora e com um custo-benefício acessível.

 

Ao abrir uma startup, você deve ter um bom planejamento, pois geralmente essas empresas possuem um orçamento bem reduzido. Porém, não é porque o orçamento é baixo que os investimentos são menos interessantes.

O QUE É COWORKING?

 

O espaço de coworking é um local de trabalho colaborativo onde vários profissionais podem executar atividades simultaneamente e compartilhando a mesma estrutura, uma espécie de escritório compartilhado.

 

O coworking chegou no Brasil em 2007. De acordo com o Censo Coworking Brasil 2017, atualmente existem 810 espaços por todo país. Só no estado de São Paulo, estes lugares correspondem a 40% do total.

 

O coworking oferece ótima infraestrutura e ambientes planejados para que seu empreendimento consiga crescer e se desenvolver. Nestes espaços, é possível conhecer ótimos profissionais que também fazem parte do mesmo ambiente, facilitando o fortalecimento de networking para sua empresa. Além disso, há chances de encontrar fornecedores competentes, parceiros comerciais ou potenciais clientes.

 

 

BENEFÍCIOS DO COWORKING

 

Com espaços amplamente modernos e com infraestrutura diferenciada, os coworkings incentivam a criatividade e a produtividade para os colaboradores. O escritório compartilhado ficou famoso pelos benefícios disponibilizados, entre eles:

 

Custo benefício

 

Trabalhar em um coworking é uma ótima opção se você quer economizar. Esses espaços contam com salas de trabalho, reunião, recepção, coffee break e muitos outros atrativos. Além disso, os custos de manutenção do espaço também estão inclusos na mensalidade do lugar.

 

Networking

Estar em um ambiente com diversos profissionais de áreas diferentes possibilita o fortalecimento de sua rede de contatos. É possível encontrar especialistas que podem ajudar seu negócio – tudo isso sem nem sair do prédio do seu coworking.

 

Melhora a imagem do seu negócio

 

Como esses espaços costumam oferecer um ótimo serviço às empresas, isso pode ser um benefício que irá impactar muito sobre a imagem comercial do negócio. Já que o marketing é uma alternativa eficaz para crescer no mercado, o coworking permite isso também por meio da mensagem que passa aos clientes: arquitetura moderna, inovação e tecnologia.

 

Reduz a necessidade de mão de obra

 

Para quem está começando a empreender, ter vários funcionários pode ser difícil devido ao orçamento. Porém, em um coworking isso é mais fácil porque o espaço conta com diversos serviços inclusos, como motoboy, atendimento ou impressões.

 

ANALISE O MOMENTO

 

Apesar de todos os benefícios que o ambiente de coworking possibilita, é importante analisar bem o momento que sua empresa vive. Além disso, é necessário ponderar eventuais ônus que uma mudança de espaço pode acarretar. Não há segredo: o bom planejamento e a reflexão serão os maiores responsáveis por dar a melhor resposta a você.

 

VEJA MAIS

> Está na hora de expandir sua empresa?

> DANFE: o que é, para que serve e como gerar online

> As melhores tendências para a Páscoa 2019

4 mitos dos quais somos ensinados sobre o sucesso

Acreditar em mitos que levam ao sucesso não é um caminho muito saudável para atingir seu objetivo como empresário

Existem inúmeros caminhos que você pode seguir para alcançar o sucesso – mas, se acreditar em alguns mitos da carreira, acabará no lado oposto do sucesso: sobrecarregado, ganhando mal e infeliz.

Quais são esses mitos e em que você deve acreditar? Para as respostas, recorremos a dois especialistas em carreira que irão mostrar como é o sucesso no local de trabalho de hoje.

Mito 1: Se você é bom no seu trabalho, você será promovido

Você trabalha duro e merece uma promoção. Mas infelizmente, não é assim que o mundo do trabalho funciona, diz Lori Scherwin, coach de carreira e fundador da Strategize That. “Você precisa se promover para se destacar entre um mar de talentos e colegas em sua empresa”, diz Scherwin. “Ser bom no seu trabalho não significa que você é bom em administrar sua carreira.”

Para se promover – e, portanto, conseguir uma promoção – você deve “gerenciar ativamente sua carreira e colocar tanto esforço para construir relacionamentos e focar na próxima etapa quanto em executar suas tarefas do dia a dia”, explica Scherwin. . Uma maneira fácil de se concentrar no próximo passo é mostrar que você pode fazer o próximo trabalho.

“É sua responsabilidade entender o que você precisa ser capaz de executar em sua próxima função e demonstrar essa capacidade”, diz Scherwin. “Só porque você é um produtor forte, não significa que você será um gerente de sucesso. Portanto, certifique-se de que você esteja arredondando seu conjunto de habilidades para que ele funcione no próximo nível. ”

Mito 2: Você deve começar jovem

Se você já trabalha há anos e ainda não atingiu sua meta de carreira, não pense nem por um segundo que é tarde demais. De acordo com o treinador executivo Shefali Raina, a ideia de que você deve começar jovem para ter sucesso é um mito.

E é um mito perigoso para se comprar. “Acreditar neste mito leva a uma profecia auto-realizável em que as pessoas escolhem não perseguir suas grandes idéias porque agora é tarde demais”, diz ela. “A realidade é que o sucesso vem em qualquer idade e há muitos exemplos de sucesso em épocas posteriores, de Martha Stewart a Vera Wang.”

Pode ser contra-intuitivo no começo, mas comece acreditando nisso, Raina incentiva: “O sucesso é independente da idade, e um pode ser bem-sucedido em qualquer idade – que todo o seu conhecimento, experiência, relacionamentos e resiliência o ajudem a construir o sucesso que você deseja para criar, não importa a idade.

Mito 3: Você deve se matar para ter sucesso

“Muitas vezes, os profissionais bem-sucedidos romantizam o estresse porque acham que é assim que uma vida plena deve se sentir”, diz Scherwin. Mas a presença de estresse não significa automaticamente que você também é bem-sucedida, ela adverte. “As pessoas toleram longas horas incômodas e solicitações de última hora como se isso fosse obrigatório”, diz Scherwin.

“Mas não tem que ser. Longas horas e tempo de face não garantem que você está fazendo algo construtivo ou fornecendo resultados. ” Além disso, quando você se estende excessivamente, corre o risco de alcançar menos, adverte Scherwin, assim como “a propensão de descontar nos outros e arruinar as relações no processo”.

Em vez de avaliar o seu sucesso em quanto você trabalha, Scherwin recomenda definir o que o sucesso significa para você – depois encontrar equilíbrio no trabalho com base nessa definição. Dessa forma, “é mais provável que você seja produtivo e menos ressentido”, observa Scherwin. Além disso, Scherwin incentiva você a priorizar a si mesmo. “Tacticamente, elimine a desordem, aprenda a dizer” não “e recue apropriadamente, e reserve um tempo para” tempo de eu “, ela sugere.

Mito 4: Você deve jogar política

Você odeia a política do escritório, mas você joga o jogo de qualquer maneira porque acha que precisa.  Mas você não deve, garante Reina “Há um equívoco de que, para ter sucesso em sua carreira, você tem que jogar política e que toda a política é ‘suja'”, diz ela.

“Quando as pessoas acreditam nesse mito, elas tendem a evitar a autopromoção ou a construção de relacionamentos porque podem parecer políticas.” Mas, na realidade, e na maioria das organizações, “decisões de carreira são tomadas pelos tomadores de decisão com base no que vêem, acreditam e percebemos ser o seu valor ”, aponta Raina.

Então, em vez de jogar na política do escritório, Raina sugere que você reserve um tempo para “ampliar sua marca pessoal, construir relacionamentos e redes”. Se fizer isso, promete Raina, “será mais fácil para os tomadores de decisão verem seu valor e você será capaz de avançar na sua carreira. ”

Fonte: Jillian Kramer em Medium

10 itens essenciais de escritório que não podemos viver sem

Devemos nos sentir à vontade no escritório, por isso certas ferramentas e formas de agir são essenciais

Seu escritório é sua casa longe de casa. Você gasta tanto tempo lá (se não mais) do que na sua própria sala de estar. Os itens que você rodeia são muito importantes. Eles podem ajudar você a ser mais produtivo e, em alguns casos, você praticamente não pode viver sem eles.

Aqui, 10 membros da FounderSociety discutem as coisas que os ajudam a serem melhores no escritório todos os dias para o site allBusiness:

Qual é um item que você não pode deixar de ter em seu escritório e por quê?

1. Asana

Nós amamos Asana! É uma ótima maneira de eliminar a desorganização de e-mails, delegar projetos e gerenciar vários clientes e várias partes móveis de equipes em todo o país, permitindo que você acompanhe tudo em um painel simples. —Angela DelmedicoElev8 Consulting Group.

2. Amazon Echo

Alexa, da Amazon, tornou-se nosso DJ de escritório e nossa fonte de verdade para perguntas aleatórias. — Jim HuffmanGrowthHit.

3. CRM

A única coisa que realmente prejudicaria os negócios seria não ter nosso gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM). Manter-se organizado e trabalhar de forma eficiente é essencial para o nosso trabalho; O CRM nos permite trabalhar em ordem de importância e não perder prazos importantes.Bryan DriscollThink Big Marketing, LLC.

4. Grande atitude

Uma atitude positiva e espírito colaborativo são essenciais. Estamos muito focados em ter um ótimo ambiente ao nosso redor, para que possamos fazer o nosso melhor a cada dia. Para superar qualquer problema, é importante estar cercado por pessoas com energia positiva que estejam trabalhando em prol de um objetivo comum. Isso garante que a melhor solução possível seja encontrada.Jessica .

5. Nosso quadro branco

Nossa agência geralmente trabalha com estratégias de marketing omni-channel, que precisam levar em conta muitas partes móveis, variáveis controladas e incógnitas. Um quadro branco ajuda nossa equipe a extrair o ecossistema que existe para cada uma das marcas com as quais trabalhamos, e assegura que mantemos contexto e perspectiva. —Justin MoodleyLASANAN.

6. Uma lista de todos os clientes atuais

Temos uma lousa gigante em nosso escritório com todos os nossos clientes listados nela. No início e no final de cada dia, analisamos e decidimos como podemos alocar melhor nossos recursos entre os clientes naquele dia.

Qual de nossos clientes está aguardando uma resposta nossa? Quem precisa de algo feito imediatamente? Isso realmente nos ajuda a permanecer no caminho certo e garantir que estamos dando a eles a atenção que merecem.—Claire WinslowBest Practice Media.

7. Notebook

Eu com certeza sentiria falta do meu prático caderno. Estou sempre anotando diferentes ideias e tarefas para lembrar e realizar. —Kurt AkersKannatopia.

8. Metas e propósito

Ter metas e objetivos claros é a chave para o sucesso de todos no local de trabalho – não apenas metas monetárias, mas também metas de cultura, metas de relacionamento, metas de transparência e metas do projeto.

Como líderes, se liderarmos nossa equipe com abertura e transparência, criamos compreensão, confiança e lealdade. Se deixarmos que nossa equipe seja parte integrante do processo, damos a eles uma sensação de poder e propósito. —Melissa RautenbergLatin & Code.

9. Cesta de basquete

Nossa equipe gosta de trabalhar duro e competir. Ter uma mini cesta de basquete no escritório nos permite relaxar e ter um pouco de competição amigável entre a equipe entre reuniões, chamadas e execução para nossos clientes. —Ryan O’ConnellBoomn.

10. Alimentos

Acho que ter lanches disponíveis ao alcance do braço é fundamental para a produtividade, especialmente nos longos dias em que pode ser difícil sentar e fazer uma refeição adequada.

Mastigando o que está à mão nos dá energia quando mais precisamos. Eu tento manter barras de granola saudáveis e bebidas estocadas no escritório em todos os momentos. Acho mais produtivo pegar um bar do que correr rápido e comer no carro. —Ajmal SaleemSuprex Learning.

Fonte: YEC Next

Co-working, home office e escritório tradicional: qual a melhor opção?

Saiba os prós e contras de cada tipo de espaço e veja dicas de como fazer a melhor escolha

Com a revolução dos modelos de empresas na nova era digital, é possível escolher mais de uma opção de organização. Entretanto tudo vai depender da característica do seu negócio. “A diferença entre Co-working, home office e escritório tradicional é que alguns podem perfeitamente funcionar de casa, outros terão mais credibilidade se tiverem a própria sede, nem que seja em um escritório compartilhado”, disse o consultor do Sebrae, Rafael Tortatto, em entrevista para o site Gazeta do Povo.

O Co-working é um espaço que oferece internet gratuita e de qualidade em um ambiente conjunto. Por outro lado, trabalhar de casa, o conhecido home office, pode ser muito mais econômico em termos de gastos diários. Porém, se você precisa encontrar clientes e fazer constantes reuniões é recomendado um escritório tradicional, para passar mais confiança.

Veja melhor as diferença entre eles e qual a melhor opção para você:

CO-WORKING

Se existe a necessidade de escritório, mas não existe verba disponível, esta é uma boa alternativa. Pois você irá compartilhar materiais como impressoras e scanners, além de não gastar com limpeza ou cafezinho. Com um pagamento fixo mensal, é possível alocar um número certo de cadeiras, sendo possível ainda receber clientes no local.

Pelo fato de estar junto de outros empreendedores a produtividade aumenta neste espaço. O senso de competitividade também fica mais ativo, proporcionando mais animação nas execuções das tarefas. Outra oportunidade é a construção de parcerias e a troca de experiências que pode trazer bons resultados no futuro.

Existem co-workings de diversos tipos em praticamente todas as capitais do Brasil. Pesquise e compare os espaços para selecionar aquele que melhor se adequará as suas necessidades.

HOME OFFICE

Conforme dizem especialistas, é a melhor opção para pequenos negócios com pouco capital social. Sua principal vantagem é a ausência de deslocamento até o trabalho, que algumas vezes pode ser estressante. Outra funcionalidade é o silêncio e calma que uma casa pode proporcionar para maior foco em sua atividade. Ao contrário de lugares com mais pessoas trabalhando.

Um fato importante que faz bem para a qualidade de vida de quem opta pelo home office é a proximidade com a família. Segundo pesquisa feita pela Coworking Spaces para o portal dos Administradores, 58% dos brasileiros acreditam que este seria um dos incentivos para trabalhar melhor.

O home office permite ainda uma economia maior na alimentação diária e ainda movimenta a economia local em cada município, bem como a redução de gastos com roupas, passagem e gasolina, que a longo prazo podem custar bastante.

ESCRITÓRIO TRADICIONAL

Se a sua equipe é grande e você deseja uma imagem mais formal para seus clientes, ter um escritório tradicional pode ser uma boa ideia. Entretanto, é bom estar atentos aos custos, tais como contratos imobiliários, manutenção, computadores, mobília, linhas de telefone, internet, entre outras coisas.

QUAL A MELHOR OPÇÃO?

Atualmente o co-working e o home office estão em alta pelo seu dinamismo em inovação. São formas de serviço que estão em franco crescimento. Se você enxerga uma oportunidade nestes meios, não hesite em fazer visitas e pesquisar sobre. Mas, se você quer mais credibilidade e formalidade com futuros clientes, vai gastar mais dinheiro com o escritório, porém, há chances do retorno ser maior.

Estude bastante antes de tomar qualquer decisão importante e não se esqueça de ver o que é melhor para a empresa – de forma organizacional e financeira.