Últimas postagens

Ver todos

Posicionamento de marca: o que é e como começar a fazer o seu

Provavelmente você já deve ter ouvido sobre posicionamento de marca alguma vez em sua vida, não é mesmo? Mas, muitos empreendedores não sabem o real significado desse termo.

Por isso, vamos explicar neste artigo o que é e a importância de ter um posicionamento de marca claro em seu negócio.

O que é posicionamento de marca

O posicionamento de marca é a visão e/ou ideia que os consumidores têm de sua empresa. Ou seja, é a imagem que os seus clientes possuem de sua empresa. Portanto, o posicionamento representa como você quer que a sua marca seja reconhecida pelos seus clientes.

Todas as ações e estratégias que a sua equipe de marketing faz seja através da logomarca, do produto, da comunicação precisa mostrar o posicionamento da marca.

Ou seja, através das ações que você consegue transmitir seus valores e posicionamento. Desta forma, fica mais fácil os seus consumidores se relacionar com a marca.

Como fazer o posicionamento de marca

Para começar o posicionamento você precisa antes saber algumas informações importantes para assim definir o seu posicionamento.

  • Quem é seu público-alvo;
  • Quais dores seu produto resolve e quais prazeres proporciona;
  • Qual a proposta de valor e atributos da sua marca;
  • Quais são seus diferenciais em relação à concorrência;
  • Como você quer que sua marca seja reconhecida.

Após ter essas informações claras, você consegue tirar o seu posicionamento de marca do papel. Porém, fique atento nessas três dicas a seguir que também são importantes neste processo. 

Estratégias de comunicação e marketing

É importante a estratégia de marketing estar bem definida e estruturada. Pois toda vez que sua marca interagir e se comunicar com o consumidor, o posicionamento da empresa deve impactar o cliente.

Cultura organizacional

Os seus colaboradores também são responsáveis em propagar a imagem da sua marca ao mercado. Por isso, os valores e atributos da marca devem estar claro para todos que trabalham em sua organização.

Pesquisa de mercado

Se você já possui uma marca no mercado, é muito provável que os clientes já possuem uma imagem da sua marca. Portanto, a pesquisa de mercado irá ajudar a identificar quais os principais valores associados à marca. Mas, se você ainda não possui uma marca, a pesquisa de mercado também irá ajudar. Você pode através de pesquisas conhecer o que o público-alvo espera de empresas do mesmo segmento que o seu, e a partir daí é possível planejar e construir a identidade para sua marca.

3 Exemplos de posicionamento de marcas famosas

Algumas empresas famosas são cases de posicionamento de marca. Veja como elas conseguiram se destacar diante da concorrência e aumentar suas vendas.

Acompanhe os cases para inspirar sua estratégia.

HAVAIANAS

A Havaianas é um case legal para se inspirar. A empresa criou suas famosas sandálias de borracha em 1962  e o marketing dos calçados era a praticidade, custo-benefício e a resistência dos calçados.Porém, em 1990 a marca passou por uma crise fortíssima e queda nas vendas.  As Havaianas continuavam as mesmas: a palmilha branca com tira azul claro, amarela ou preta. Mas, em 1994 o consultor de comunicação Rui Porto resolveu inovar e revolucionar o posicionamento da marca. Ele criou mais de 40 opções de cores, aumentou o preço e investiu em publicidade com celebridades ostentando suas Havaianas.

MENSAGEM DE POSICIONAMENTO: todo mundo usa, todo mundo quer.

A marca é forte até hoje com produtos de sucesso internacional.

COCA COLA

Não podemos falar de posicionamento de marca e marketing sem falar de Coca Cola . A marca foi uma das primeiras a apostar em experiência e não apenas no produto. A marca conseguiu transformar um refrigerante em sinônimo de felicidade. A Coca-Cola desde seu surgimento em 1886 recorda a simplicidade e os bons momentos da vida. A marca já está a mais de 125 anos no mercado. E em suas campanhas sempre traz valores como Amizade, felicidade, união e diversão para se posicionar. Além de promover engajamento entre os consumidores. 

STARBUCKS

A Startubucks foca na experiência do consumidor. Uma das ideias da marca foi escrever o nome do cliente no copo na hora de entregar a bebida. Essa ação tornou-se marca da empresa e já gerou milhões de posts nas redes sociais. A proposta da marca é que o simples ato de comprar um café seja mais agradável e que o cliente tenha uma experiência relaxante. Para aumentar boa experiência do cliente com a marca, a empresa está apostando em tecnologia. E seus clientes podem fazer seu pedido através de um aplicativo, otimizando o tempo e ganhando mais poder de escolha na hora de comprar seu café.

 

POR: Tainá Almeida

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Quais seriam as vantagens do ‘Branding’ para o PME

Qualquer marca possui suas características e vantagens inerentes aos seus produtos, ‘branding’, em inglês quer dizer ‘marca’

Uma das perguntas mais justas que os clientes fazem antes de comprar algo é querer saber quais seriam as vantagens da marca que você quer vender para ele. O termo ‘branding’ sempre é citado neste meio, como uma alternativa de conhecimento do consumidor. No entanto quais seriam as suas reais vantagens para o negócio?

Longe de ser uma marca bonita, atraente, que vende bem para seus clientes, há uma série de vantagens para fazer o branding de seu negócio corretamente.

Se você quer criar a próxima Apple, ou Nike, mas não entende as vantagens competitivas da marca, este é um texto para você.

O Branding cria reconhecimento e lealdade

As duas primeiras coisas que uma marca comercial forte deve fazer é trabalhar para construir o reconhecimento da marca e a fidelidade do cliente.

Consistência

Seja consistente, considerando os usos dos mesmos elementos gráficos, texto, fotografia e publicidade, que irão trabalhar em conjunto para formar a identidade da marca. Se as pessoas virem sua marca na natureza, e for consistente em sua abordagem visual e entrega, você está construindo o reconhecimento da marca.

Consistência é um ingrediente vital ao tentar usar a marca para sua vantagem. Não adianta ter um anúncio em uma revista de saúde masculina, que parece completamente diferente de um outro anúncio feito pela sua empresa em outra revista. Então, quando os clientes visitam seu site, eles são recebidos com algo diferente novamente.

A consistência ajuda a construir o reconhecimento da marca, que é uma das maiores vantagens da marca de negócios bem-sucedida.

Uma marca forte ajuda na comunicação

Uma das principais coisas que uma marca forte ajuda você a fazer é se comunicar. Comunique sua visão, missão e ideias.

Isto também ajuda na hora de se comunicar.

Tamanho

Um bom exemplo pode ser levado em consideração neste ponto. Quando Tony Hardy quis criar sua empresa, ele sabia onde queria chegar em alguns anos. Então ele decidiu não usar “Tony Hardy” como seu nome de design. Ele começou com Canny Creative.

Ele queria comunicar tamanho. Ele não queria que as pessoas pensassem que era apenas um homem trabalhando de seu quarto, algo que foi por um tempo.

Mas o plano era crescer, então ele usou sua marca para comunicar tamanho. E foi algo que funcionou.

Qualidade

A marca pode ajudar a comunicar qualidade. Vamos usar pizza como exemplo. Afinal quem não gosta de uma boa pizza?

Dominos e Pizza Hut são duas das cadeias de pizza mais bem sucedidas do mundo. Eles se destacam no meio de um oceano de outras empresas de pizza, por causa de seus fortes esforços de branding e marketing, que os tornam conhecidos pela qualidade da pizza.

Aqui está uma experiência real de uma história com o Pizza Hut;

Quando maria (nome fictício) saiu da sua cidade para trabalhar, ela passou certas dificuldades para se alimentar, pelo fato de ser vegetariana. Depois de alguns dias, ela decidiu navegar pelo site do Pizza Hut da cidade em que ela estava, para comprar uma pizza simples de queijo.

Ela foi ao Pizza Hut porque sabia que não se decepcionaria. Acontece que o Pizza Hut é igual em todo o mundo. O sabor foi ótimo para ela, assim como sua experiência.

Reconhecimento de edifícios ajuda a fidelizar a marca

Quando as pessoas reconhecem sua marca, elas começam a confiar em você e a se tornarem leais a você.

As pessoas usam o McDonalds porque reconhecem os arcos dourados. Quando eles estão dirigindo para casa tarde da noite, e passam o grande M ao lado da estrada, eles sabem que podem obter um café decente ou lanche quente de lá.

O logotipo do McDonalds é realmente muito poderoso. Às vezes, pode evocar o cheiro e o sabor de suas batatas fritas. Isso é forte marca!

Fonte: Tony Hardy em Canny Creative

6 formas de usar o Youtube para alcançar novos clientes

Um canal no YouTube ajuda na divulgação da marca, melhora o relacionamento com o cliente e traz várias oportunidades de negócios

Atualmente, o Youtube é a segunda rede social mais acessada no Brasil e deve continuar em ascensão. Isso porque o acesso à internet cresce cada vez mais (em 2016 já são mais da metade dos brasileiros), e há quem diga que o site irá superar a televisão, afinal, são 4 bilhões de visualizações por dia. Mesmo com esse cenário promissor, muitos empreendedores não investem no Youtube para potencializar seus planos de marketing digital.

Um canal no YouTube ajuda na divulgação da marca, melhora o relacionamento com o cliente, informa, entretém e traz uma série de oportunidades de negócios.

Pensando em tudo isso, preparamos algumas dicas especiais para te mostrar à importância dessa ferramenta para a estratégia das empresas. Como, por exemplo, atrair cada vez mais clientes. Confira:

     1.Promova a sua marca como uma personalidade online

Uma estratégia que pequenos negócios geralmente usam para personalizar sua marca e construir um relacionamento com a audiência, é usar vídeos do Youtube para promover os líderes de sua companhia.

Sendo assim, caso queira investir na ferramenta, é bom que você ou o “rosto de sua marca” se posicione como um expert, isto é, alguém que fala com propriedade sobre o produto/serviço que oferece. Veja algumas dicas:

  • Entender quais as palavras-chave que as pessoas utilizam quando procuram por um determinado assunto e explorar ao máximo no título, descrição do texto, nome do canal e descrição do canal.
  • Foco no tema: procure seguir e se relacionar com outros canais que tenham a ver com o seu produto/serviço. O mesmo serve para quando você quiser montar uma playlist com conteúdo de outros canais.

     2.Entretenha sua audiência

“Em primeiro lugar, você deve se comunicar bem. Sempre tenha em mãos um bom roteiro e não tenha medo de fixar seus olhos na câmera. Evite também prolongar o assunto. Seja prático e didático, e sempre procure transmitir a sua ideia em poucos minutos”, aconselha Raissa Klain Belchior, especialista em Marketing Digital e campanhas de mídia pela Universidade Cruzeiro do Sul.

     3.Compartilhe seu conhecimento da melhor forma

O Youtube funciona da seguinte forma: quanto mais recursos seu vídeo tiver, melhor. Ou seja, faça uso de animações, uma edição bem feita e tenha cenário ideal. “Encontre um lugar agradável, com boa iluminação, que passe credibilidade profissional e sempre olhando para a câmera. Após o upload do vídeo, preencha o máximo de informações solicitadas pelo publicador do Youtube para que seus vídeos sejam encontrados também no Google”, recomenda Raissa.

     4.Use vídeos de “unboxing”, introduza produtos e ensine as pessoas

Unboxing é um termo em inglês que remete ao ato de desembalar produtos novos – essa prática se tornou popular a partir de 2006 no Youtube. Vídeos sobre “como fazer”, seguem quase a mesma tendência. Aqui, o ideal, de acordo com Raissa, é que os vídeos sejam feitos por influenciadores de outros canais para divulgar a sua marca.

E quando mais didático for o vídeo, maior será o alcance do conteúdo. “Existe público para tudo: como fazer origami, gastronomia em miniatura, cuidados pessoais… basta estar publicado no site”, comenta a especialista.

     5.Compartilhe eventos, serviços e conte a história de sua empresa

Seu saldo nunca será negativo se você souber divulgar o seu material e garantir uma mais credibilidade. Sendo assim, procure dar o máximo de informações possível sobre sua empresa. Isso deixará o potencial cliente mais confortável para usufruir do seu produto ou serviço.

     6.Siga um bom cronograma de postagens de vídeos

É muito importante seguir um cronograma planejado de publicações, de modo que você possa educar o seu público para entrar no canal. Essa estratégia é muito aplicada por canais como Porta dos Fundos, Me Poupe e Felipe Neto. “No dia e horário de sempre, os seguidores já aguardam o vídeo ser publicado. Isso garante uma forte exposição e muita gente falando do assunto do vídeo no mesmo dia”, conclui Raissa.

 

ROI: como calcular e quais são os seus benefícios

Saiba mais sobre o ROI, umas das ferramentas mais utilizadas para medir os resultados de um projeto

O ROI é, de maneira simples, o indicador que mede se a empresa está ganhando ou perdendo dinheiro com um certo investimento. Ele é o que identifica a diferença entre o dinheiro gasto em certa estratégia e o seu respectivo retorno, sendo bastante usado em estratégias de marketing digital na impulsão de campanhas.

E veja bem, quando falamos em ação na internet, estamos nos referindo às suas campanhas de divulgação, de atração de audiência, de geração de leads e de reforço da marca e de sua autoridade.

Onde o marketing está na web, lá é preciso estar o ROI para entender se a sua estratégia tem valido a pena ou se precisa de ajustes.

POR QUE ELE É IMPORTANTE?

Trata-se de uma ferramenta muito importante para todos aqueles que pretendem fazer negócios online. Seja na venda de produtos ou serviços, o ROI ajuda a determinar quais seriam as maiores fontes de lucro da empresa, seus canais de comunicação efetivos e ainda ajuda na avaliação do desempenho da campanha.

Esses indicativos trazem informações importantes sobre a situação dos investimentos do negócio e não é tão complicado de se medir – aliás, ele pode trabalhar junto com outros indicadores.

COMO CALCULAR O ROI?

O Retorno sobre Investimento pode ser calculado facilmente com a seguinte fórmula:

Roi = (receita – custo) /custo x 100%

A receita é aquilo que o negócio acumula a partir das vendas e pode ser medido em certo período. Já os custos são todos os gastos que tornaram o projeto possível, desde contas de telefone e internet, até luz e água.

Com esta pequena conta, você pode avaliar pequenos investimentos e projetos paralelos da empresa. E consegue calcular também o empreendimento de maneira geral, para que se tenha uma visão mais ampla dele.

COMO AVALIAR O CÁLCULO?

Vamos supor que você tenha gasto R$30 mil para abrir uma loja e até o momento ela tenha gerado R$120 mil de receita, em um período de 6 meses. Para calcular o ROI dela faremos o seguinte:

ROI= (120.000 – 30.000) /30.000 x 100%

Então:

ROI= 90.000/30.000 x 100%

ROI= 3 x 100%

ROI= 300%

Então, o Retorno sobre Investimento é de 300% no período 6 meses. Pode-se dizer que a abertura da loja foi um sucesso. Esta fórmula serve, principalmente, para campanhas de marketing, onde se avalia o engajamento e a efetividade de vendas online e campanhas de conteúdo digital.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DESSE INDICADOR?

Muito mais do que confiança sobre a efetividade de um determinado investimento, o ROI permite que ações sejam tomadas de forma correta. O aumento dos lucros é uma consequência do bom uso desta ferramenta, removendo estratégias que falham e empregando aquelas que dão certo.

Outro fator relevante é a avaliação do rendimento da equipe através do ROI. Com ele você saberá a performance da equipe em determinados prazos, para que eles se mantenham motivados e conscientes em seu papel de trazer resultados baseados nos investimentos.

Além de tudo isso, essa ferramenta é isenta de julgamentos nos processos de trabalho, focando em repercussões e não em metas pessoais. Uma fórmula simples que proporciona maior imparcialidade nas decisões de gestão, o que permite o entendimento maior da dinâmica empresarial.

O que os clientes querem da sua marca – e como descobrir?

Posicionamento, atitude e propósito são algumas das coisas que todo o consumidor procura na sua marca

Para descobrir a resposta da pergunta do título é necessário, antes de tudo, ouvir os seus consumidores e fazer uma pesquisa prévia de marca. Isto pode ajudar a enxergar a saúde dela. O potencial de um negócio pode ser maximizado através da identificação de ameaças e oportunidades. Você pode entender se os clientes estão alinhados com os seus valores ou não. A posição no mercado também importa, assim como o estado dos seus concorrentes.

Uma boa pesquisa ajuda na criação, desenvolvimento e no fortalecimento das marcas, a análise pode servir para lançar uma estratégia. Para algumas companhias mais estabilizadas a investigação pode ser feita periodicamente em semanas, meses ou anos.

Mas, afinal, como fazer uma pesquisa de mercado? O velho e antigo jeito de perguntar ainda funciona e hoje pode ser feito de diversas formas. É bom ficar atento, também, à inteligência social das pessoas e não as subestimar. Com alguns aspectos de conversas, comentários, e críticas é possível montar um perfil de seus clientes.

Após e durante o processo da apuração de marca é recomendado ter em mente os seguintes pensamentos para montar a imagem ideal em relação ao seu consumidor e expandir:

Posicionamento

De acordo com Marcio Oliveira, CEO da Lew’Lara/TBWA, em entrevista à TV Gazeta, deve se trabalhar a empresa de forma interna e cuidadosa, a fim de desenvolvê-la com todas as informações de consumidores disponíveis, para que a marca se aproxime dele.

Ele também recomenda para que fiquem evidentes os seus valores empresarias. Isso melhora o diálogo em relação aos clientes, mostrando honestidade e transparência. Ainda ressaltou que, para aumentar a cobiça da marca sem passar dos limites, o importante é valorizar o comportamento da tecnologia com as pessoas, que em certas circunstâncias causa mudança nos negócios e na sua maneira de gestão.

Depois, a tarefa é observar movimentos culturais que tornam as marcas mais contemporâneas e especializadas. A competição é derivada da competência em se adaptar e inovar. É indispensável agregar valor, emoção e educação nas políticas da sua empresa e mensurar os resultados de forma a alimentar o ciclo de comunicação e venda.

Atitude

Pensando nesta proposta, vários negócios de publicidade acreditam que é possível fazer um gerenciamento para a marca de forma diferenciada. No sentido de espalhar-se para o mundo todo de forma criativa e viral, é necessário ser inovador e ter atitude para se destacar. “O consumidor interage com mais de 2 mil mensagens por dia. Isso porque ele não acorda para consumir propaganda e conteúdo”, destaca Marcio, em relação as empresas que crescem através de campanhas criativas nas redes sociais.

Muitas pessoas ainda não compram produtos por não se identificarem com a forma de trabalhar e as políticas de uma empresa. “Existe gente que há 3 anos não troca de carro, casa, ou não viaja, simplesmente porque não “vai com a cara” das empresas que prestam os principais serviços”, diz o CEO. Pense nisso.

Propósito

Não restam dúvidas de que o consumidor aumentou o seu nível de exigência e as marcas têm de acompanhá-lo . Para o Diretor Comercial da Sal Globo, Nelson Antônio Ferlin Junior, as preocupações, em ambos os lados, são das mais distintas. “Hoje temos que nos preocupar até com a mudança do conceito de família e oferecer opções com menores quantidades para grupos menores e também solteiros”, conta.

É essencial que a empresa tenha algum propósito social, sustentável ou econômico. Nos dias de hoje as pessoas não compram as marcas pelo o que elas são ou possuem, mas sim pelo o que elas fazem pela sociedade. A marca precisa ter um significado, apenas prestando atenção nos seus clientes.