Últimas postagens

Ver todos

Como calcular a margem de lucro de um produto ou serviço?

Quem abre uma empresa almeja sempre o sucesso! Tornar-se empreender possui diversas vantagens, como: independência, flexibilidade de horários, autonomia, entre outras. Porém, gerir um negócio pode ser um grande desafio, principalmente quando a missão é tornar a sua empresa lucrativa.  

Por isso, saber como calcular margem de lucro de produtos e serviços é uma etapa fundamental e essencial para o sucesso do negócio..  

Porém, para calcular a margem de lucro, vamos esclarecer alguns indicadores antes. 

O que é lucro?

 Lucro – é todo retorno positivo de um investimento feito por uma pessoa ou empresa.

Por exemplo, se você possui uma loja de calçados e sua empresa compra um determinado sapato por R$ 50 e revende por R$ 75, então você está tendo um lucro de R$ 25 em cada sapato vendido.

Mas, o valor de seu lucro é uma informação muito subjetiva. Por exemplo, a loja de calçados pode ter faturado R$ 25,00 na venda e, em contrapartida, ter gasto R$: 45,00 para realizá-la. Ou seja, não teve margem de lucro. Deste ponto de vista, as informações são mais realistas sobre a lucratividade do produto, concorda?

Por isso, é importante saber como calcular a margem de lucro. Assim, a empresa consegue enxergar melhor o desempenho das vendas e dos resultados.

Como calcular a margem de lucro?

Basicamente para definir a margem de lucro é preciso colocar na equação todos os gastos com o estabelecimento como : custo com funcionário, aluguel, água, ou seja, todos os custos que influenciarão no valor final do produto.

 

Dica: Você pode acompanhar os gastos de seu estabelecimento com muito mais facilidade com um sistema integrado de gestão empresarial.


Fórmula para calcular:  Lucro bruto = receitas totais – custos

 A margem de lucro é um valor percentual obtido da relação entre o lucro bruto e a receita total

 Margem de lucro = lucro bruto / receitas totais.

 Para obter a margem de lucro, dividiremos o lucro (já incluindo os gastos) pelo preço da revenda e multiplicamos por 100. Assim, chegaremos à margem de lucro. 

Ainda usando a loja de vendas de calçados.  Vamos ao exemplo:

 Vamos supor que você venda um sapato de R$120 e os gastos totais somam R$30. Seu lucro é de R$90.

 

A margem de lucro é 90/120 = 0,75 * 100 . O resultado é de 75% de margem de lucro

 Qual é a margem de lucro ideal?

Não há uma resposta exata para essa pergunta. Especialistas afirmam que no caso de serviços o recomendado é uma margem de lucro de pelo menos 20%. Já para lojas e comércios, a média ideal pode ficar entre 10% a 15%

Não tenha dúvidas que quanto maior a sua margem de lucro,melhor serão os seus resultados. E, consequentemente, sua empresa terá mais sucesso e condições financeiras para crescer no mercado. Porém, existem uma série de fatores que devem ser levados em consideração. Portanto, a margem de lucro de cada empresa depende do setor de atuação, tipo de serviço ou produto, custo das operações etc.

Qual o preço certo para meus produtos?

Para ter uma boa margem de lucro, é preciso definir o preço final de um produto. Não basta apenas acrescentar 100% do valor de compra e vender, mas sim analisar alguns fatores essenciais para a precificação:

  • custo: qual o valor de aquisição ou produção?
  • competidores: qual o valor cobrado pela concorrência?
  • cliente: qual o valor percebido pelos clientes?

Desta maneira, você conseguirá ter melhores resultados com suas vendas.

Segundo a afirmação do professor  William Poundstone no livro “Preço: o mito do valor justo e como tirar vantagem disso”,  existe um preço psicológico.

Segundo ele, é preciso estabelecer preços que terminam com 9, 99, 98 ou 95, e nunca com 00 (isso é, o preço redondo). Empresas estudadas com essa estratégia tiveram desempenho 24% maior, em média.

Ou seja, para resumir, o preço de venda é o valor que sua empresa irá cobrar dos seus clientes.

Este valor deve ser suficiente para cobrir todos os custos que sua empresa tem para produzir, todas as despesas que ela tem para vender, e é claro, obter lucro sobre seu produto ou serviço.

Cobrar o valor certo dos clientes pode ser o melhor caminho para aumentar a competitividade entre a empresa e os concorrentes. Porém, vale lembrar que o cliente é que possui o poder de decisão sobre a compra. Seja justo ao definir a margem de lucro para que o preço não fique elevado a ponto de comprometer as vendas.

 

Por: Tainá Almeida

Lucro ou prejuízo: qual a situação financeira da sua empresa?

Saber se seu negócio está dando lucro ou não pode ser o primeiro passo para evitar problemas financeiros que resultem em sua falência

É provável que um dos maiores erros que um empreendedor pode cometer com sua empresa seja negligenciar suas finanças. Isso porque, como sabemos, é muito comum que pequenos negócios fechem suas portas logo nos primeiros meses de existência. E erros de contabilidade, como confundir as finanças empresariais com as pessoais, costumam ser o principal causador dessa falência prematura.

Dentre estes erros tão comuns, talvez o pior seja não saber se sua empresa está dando lucro ou prejuízo. Afinal, a situação financeira do negócio costuma ser o principal indicativo para saber se as coisas vão bem ou não. E, a partir dessa informação, um empreendedor inteligente pode tomar decisões mais acertadas para garantir a longevidade de seu investimento. Além de fazer sua empresa crescer.

Se você quer saber se sua empresa está dando lucro ou prejuízo, continue lendo e preste atenção nas próximas dicas.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

SAIBA PARA ONDE VAI SEU DINHEIRO

O primeiro passo para avaliar a situação financeira da sua empresa é, logicamente, saber para onde seu dinheiro está indo. Afinal, um negócio exige tanto gastos quanto investimentos, e manter as contas equilibradas é essencial para o sucesso do empreendimento. Para começar, coloque na ponta do lápis todas as suas despesas, como água, luz, Internet, telefone, fornecedores, salários, dívidas etc. Se preferir, uma boa maneira de se organizar é separar por categorias, como despesas fixas, variáveis, investimentos, entre várias outras.

A ideia aqui é que você saiba exatamente quais despesas você tem e quanto dinheiro é destinado a cada uma delas. Dessa maneira, você poderá determinar com mais facilidade se os gastos de operação estão muito altos e prejudicando seus lucros. O segundo passo é encontrar alternativas para diminuir gastos onde for possível, mas sem prejudicar o desempenho do seu negócio. Assim, você poderá destinar recursos para onde são mais necessários e úteis, como publicidade, contratações e melhorias em sua empresa. Ou até mesmo ajudar a pagar o quanto antes possível aquele empréstimo que permitiu a você abrir sua empresa.

contas-a-pagar-e-a-receber

CONHEÇA BEM SUA MARGEM DE LUCRO

Você sabe como calcular a margem de lucro que um produto ou serviço que sua empresa oferece tem? Conhecer sua margem de lucro é um fator importantíssimo na hora de calcular suas despesas e faturamento do mês. Mas ainda é muito comum que alguns empreendedores inexperientes se confundam ao calcular sua margem de lucro. Isso porque muitos se esquecem de considerar nos cálculos outros tipos de gastos que fazem parte do processo da venda. É o caso, por exemplo, das despesas com transporte e armazenamento, que costumam ser ignoradas e prejudicar as suas contas.

Vale lembrar também que lucro e faturamento não são a mesma coisa. Apesar destes dois termos possuírem significados muito parecidos na vida do empreendedor, confundi-los pode ser muito prejudicial. Para não restar dúvidas, explicamos: faturamento é todo dinheiro que entra por prestação de serviços ou venda de produtos. Já o lucro é o dinheiro que fica depois que todas as despesas do negócio foram devidamente quitadas. Portanto, se suas despesas estiverem muito altas, um bom faturamento não significará necessariamente um lucro satisfatório.

como-calcular-margem-de-lucro

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

FIQUE DE OLHO EM SEU FLUXO DE CAIXA

Ter o controle do seu dinheiro é o primeiro – e mais importante – passo para garantir o lucro da sua empresa. E poucos métodos são tão eficazes para isso quanto fazer o controle de fluxo de caixa do seu negócio. Esta ferramenta de controle financeiro permite que você saiba tudo que entrou ou saiu do caixa de sua empresa em determinado período de tempo. Mas, para que ela funcione, cada gasto deve ser registrado religiosamente, assim como cada faturamento.

Imagine que você realizou uma promoção em sua loja de roupas, por exemplo. Manter o controle de fluxo de caixa em dia indica se sua estratégia resultou em lucro ou prejuízo para seu negócio. Com essa informação em mãos, um empreendedor inteligente pode planejar uma estratégia de vendas mais eficaz e garantir mais lucro. Por fim, monitorar o fluxo de caixa também pode ajudá-lo a evitar a inadimplência de clientes em sua empresa. E, assim, ter as finanças de seu negócio sempre em dia.

controle-de-fluxo-de-caixa

ACOMPANHE AS FINANÇAS COM A MARKETUP

Um dos maiores obstáculos na vida de empreendedores que desejam manter as contas em dia é a falta de tempo. Entre suas várias obrigações diárias e decisões que deve tomar, avaliar a situação financeira da empresa com atenção fica quase impossível. Daí a importância do empreendedor contar com a ajuda da tecnologia, que o permite sempre ficar de olho nas finanças. É o caso do sistema de controle financeiro gratuito da MarketUP.

Com a ajuda da MarketUP, acompanhar de perto os detalhes financeiros da sua empresa fica muito mais fácil. Isso porque o sistema fornece relatórios de vendas completos e personalizados para seu negócio ao alcance de um clique. Dessa maneira, você tem um controle maior sobre contas a pagar e a receber, fluxo de caixa e muito mais. Assim, você tem mais tempo e disposição para concentrar-se em fazer seu negócio crescer ainda mais e garantir lucros maiores.

sistema-de-controle-financeiro-gratuito

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

POR: LUIS CARVALHO

O caminho mais eficiente para aumentar o lucro da empresa

Para aumentar o lucro da empresa é preciso ficar bem atento à margem e fazer as devidas mudanças na hora e no lugar certo

 

Aumentar a margem é o mecanismo mais prático e rápido de aumentar o lucro da empresa, em qualquer negócio. O aumento da margem em alguns pontos percentuais pode representar grandes incrementos no lucro, com resultados rápidos ou até mesmo em 2 mês. Afinal, em 60 dias podemos implementar medidas e em até 60 dias o impacto das mudanças será perceptível.

 

O que é a margem?

 

Margem é a relação percentual entre as despesas (fixas mais variáveis) e o total de vendas. Se uma empresa vende em um mês R$ 1 milhão e as suas despesas fixas e variáveis somam R$ 800 mil, a margem é 20%. De forma simples e prática, para melhorar o lucro basta aumentar a margem por meio de redução de despesas.

 

É aí que a maioria dos empresários e executivos falha ao planejar um negócio e operar as variáveis que produzem lucro.  Afinal, é viável reduzir despesas diminuindo o quadro de pessoal? O que dizer sobre o adiamento de investimentos, por exemplo, na área de tecnologia e serviços aos clientes, como forma de aumentar a margem durante alguns meses?

 

Um dos 5 caminhos para o lucro

 

Sendo a margem um dos 5 caminhos ou causas que produzem o lucro em qualquer tipo de negócio (os outros 4 são Prospectos, Taxa de Conversão, Número de Transações e Venda Média), qualquer incremento percentual na margem aumenta o lucro líquido na mesma proporção.

 

E aí estamos falando de estratégia de incremento de resultado que não requer qualquer tipo de investimento, mas pode trazer sérias consequências se a ação impactar negativamente o desempenho da força de vendas ou tirar valor dos serviços aos clientes.

 

A aplicação da margem sobre a venda total produz o lucro. Portanto, o lucro é o que sobra das vendas, depois de deduzidos impostos, custo das mercadorias vendidas, despesas variáveis e despesas fixas (inclusive o pró-labore). O lucro destina-se a remunerar o capital investido na empresa. É desejável que esse capital seja remunerado no mínimo por volta de 2% a 4% ao mês.

 

Motivos para se conhecer melhor sua margem

 

  • Para identificar o volume mínimo necessário de vendas para pagar as despesas fixas – o ponto de equilíbrio – e gerar um determinado valor de lucro.
  • Para decidir por qual produto a empresa intensificará as vendas ou mesmo deixará de comercializar – o foco devem ser os produtos de maiores margens.
  • Para o estabelecimento de campanhas promocionais de vendas: descontos, brindes etc principalmente em relação aos produtos de maior impacto na quantidade necessária de vendas.
  • Para a análise da concorrência e da competitividade dos preços e a relação disso com o volume de vendas necessário.
  • Para a definição de preço de venda e sistema de remuneração da força de vendas.

 

Agora que já é possível conhecer os efeitos práticos de acompanhar a margem do seu negócio, procure atuar para a melhoria desse componente de lucro não apenas reduzindo despesas de modo linear ou aumentando os preços de forma simples e pura.

 

Por: Marcos Biaggio, representante da ActionCOACH no Brasil

5 dicas para aumentar sua margem de lucro

A margem de lucro é o principal indicador sobre se o seu negócio sobreviverá e crescerá ou acabará afundando

Existem dois tipos de margem de lucro: a operacional, que calcula o valor de todas as suas vendas antes dos impostos, e a bruta, que é a diferença entre os ganhos da empresa e os custos do produto, também sem descontos dos impostos. O lucro líquido é gerado na subtração dos dois tipos de lucros.

A margem de lucro determinará os crescimentos atuais e futuros que pagarão as suas despesas, por isso, você deve acompanhar todos os números da sua empresa, mesmo que de início você não saiba para o que eles sirvam. Somente assim – e com tempo e análise – você saberá a importância devida de cada métrica de seu negócio.

O sistema de gestão ERP da MarketUP, por exemplo, pode te ajudar a entender todos números da sua empresa, e como calcular o que é lucro e o que é despesa. E o melhor: ele é totalmente gratuito para todos os empreendedores do Brasil.

Para saber um pouco mais sobre como aumentar sua margem de lucro, veja algumas dicas sábias:

Velocidade importa

Quanto mais rápido você utilizar o seu tempo, seja na geração de um pedido ou na entrega dele, mais barato será o seu produto. Essa mudança quer dizer melhores margens de lucro. Então, volte até o seu sistema de gerenciamento de pedido e se pergunte: como posso acelerar o processo? Quais são as etapas que posso eliminar? Posso automatizar isso? Procure sempre saídas para o seu problema.

Venda mais por unidade

Em geral, quando você aumenta a quantidade de vendas por vez, melhoraram as suas margens, pois você vai incrementar a velocidade de compra e ainda diminuir o seu custo por venda. Vender mais produtos em uma única venda te permite ainda amortizar seu custo em marketing por cada venda, o que faz crescer seu lucro.

Corte produtos ou serviços de baixa margem

Pressupondo que você tenha relatórios precisos e atualizados – como os Relatórios da MarketUP, que mostram os produtos e serviços que produzem as margens –, faça uma análise de seus principais produtos, serviços ou clientes para ver quais são os menos rentáveis. Com base no resultado, corte o que não faz bem para os seus negócios e invista naquilo que irá te trazer lucros.

Cuidado com o desperdício

Gerencie a qualidade e a quantidade do seu estoque. Com base nisso, verifique seus relatórios de controle, procure não manter muita oferta na mão para um único pedido e não leve muito tempo para vender seu inventário.

Comprar produtos que sua equipe de vendas não possa vender também pode ser uma falha. A solução aqui seria uma combinação de redução de excedentes, refinar o processo de fabricação e reduzir os prazos de entrega, de modo a focar os esforços de vendas nos produtos com margem mais alta de lucro.