3 fatores que farão a diferença no futuro do mercado

O impacto digital e o choque de gerações fará o mercado mudar a maneira como será regido no futuro

Vivemos nos tempos do Networking nas redes e fora dela, onde qualquer pessoa, em potencial, pode espalhar uma notícia sobre uma marca ou produto. Segundo uma pesquisa realizada pela A.T. Kearneys, em 10 anos, haverá uma mudança brusca do comportamento das pessoas, em relação as tendências de consumo do mercado, bem como as maneiras de negócio.

Em 2027, segundo a previsão dos especialistas envolvidos na pesquisa, haverão 6 gerações diferentes de consumidores no mercado. De pessoas que nasceram do ano de 1945, até pessoas nascidas em 2017. Os padrões de pensamento e questões cruciais para a efetivação da compra estão em transição hoje, para no futuro ficarem mais sólidas.

Para um bom empreendedor, é indispensável se atentar para estas mudanças. As funcionalidades de influência, em sua maioria, são guiadas por valores pessoais, que estão em constante mutação. Há anos algumas grandes marcas vêm perdendo espaço para empresas menores e com valores bem determinados. E o fator da pessoalidade nos produtos nunca esteve em tanta evidência. Existem 3 fatores que serão o alicerce das decisões de compras no futuro. Saiba quais são eles:

Influência

Basicamente existem dois tipos de consumidores: os “afluentes” e os “influentes”. Os afluentes têm um marketing mais segmentado, com um modelo de negócio estático e tradicional. Enquanto os influentes são mais personalizados, seu modelo é dinâmico.

No futuro da internet, os “digital influencers” serão mais segmentados e induzirão o consumo das massas com suas indicações. Você deve usar este modelo de influência para ganhar vantagem se quiser se destacar.

Confiança

Uma marca, como já disse Steve Jobs, é simplesmente confiança. Atualmente, existem cada vez mais pessoas não confiando nas grandes marcas por uma série de fatores. O consumidor também tem hoje o poder de alcançar milhões de pessoas em questão de segundos através de posts e vídeos, e estas opiniões alheias modelam (e modelarão) a forma como são construídas as relações de compra.

De acordo com a A.T Kearneys, o país que sofreu uma a maior rejeição de grandes marcas foi o Reino Unido, que em apenas 5 anos, teve aproximadamente 50% na queda da confiança nas grandes marcas. Isto, com certeza, será um dos maiores desafios do futuro para as grandes empresas consolidadas.

Personalização

Hoje em dia existe uma quantidade absurda de informação sobre qualquer indivíduo. Com base nessas informações é possível fazer uma mensuração das atividades de seus clientes pelas redes sociais e sites de compra hoje e daqui a muitos anos.

A geração dos Millenials (nascidos entre 1981 e 1997) e a Geração Z (nascidos entre 1998 e 2016) serão os principais influenciadores do consumo mundial daqui a 10 anos. Suas atividades online, serão a base de consumo personalizado em preferências.

Hoje eles tendem a compartilhar informações em troca de valor, por diversos motivos, desde melhoramento pessoal, até um desejo de consumo que pode ser realizado. No futuro, de maneira personalizável, será possível direcionar artefatos para as pessoas corretas na hora certa. Tudo é uma questão de tempo.