Últimas postagens

Ver todos

Posicionamento de marca: o que é e como começar a fazer o seu

Provavelmente você já deve ter ouvido sobre posicionamento de marca alguma vez em sua vida, não é mesmo? Mas, muitos empreendedores não sabem o real significado desse termo.

Por isso, vamos explicar neste artigo o que é e a importância de ter um posicionamento de marca claro em seu negócio.

O que é posicionamento de marca

O posicionamento de marca é a visão e/ou ideia que os consumidores têm de sua empresa. Ou seja, é a imagem que os seus clientes possuem de sua empresa. Portanto, o posicionamento representa como você quer que a sua marca seja reconhecida pelos seus clientes.

Todas as ações e estratégias que a sua equipe de marketing faz seja através da logomarca, do produto, da comunicação precisa mostrar o posicionamento da marca.

Ou seja, através das ações que você consegue transmitir seus valores e posicionamento. Desta forma, fica mais fácil os seus consumidores se relacionar com a marca.

Como fazer o posicionamento de marca

Para começar o posicionamento você precisa antes saber algumas informações importantes para assim definir o seu posicionamento.

  • Quem é seu público-alvo;
  • Quais dores seu produto resolve e quais prazeres proporciona;
  • Qual a proposta de valor e atributos da sua marca;
  • Quais são seus diferenciais em relação à concorrência;
  • Como você quer que sua marca seja reconhecida.

Após ter essas informações claras, você consegue tirar o seu posicionamento de marca do papel. Porém, fique atento nessas três dicas a seguir que também são importantes neste processo. 

Estratégias de comunicação e marketing

É importante a estratégia de marketing estar bem definida e estruturada. Pois toda vez que sua marca interagir e se comunicar com o consumidor, o posicionamento da empresa deve impactar o cliente.

Cultura organizacional

Os seus colaboradores também são responsáveis em propagar a imagem da sua marca ao mercado. Por isso, os valores e atributos da marca devem estar claro para todos que trabalham em sua organização.

Pesquisa de mercado

Se você já possui uma marca no mercado, é muito provável que os clientes já possuem uma imagem da sua marca. Portanto, a pesquisa de mercado irá ajudar a identificar quais os principais valores associados à marca. Mas, se você ainda não possui uma marca, a pesquisa de mercado também irá ajudar. Você pode através de pesquisas conhecer o que o público-alvo espera de empresas do mesmo segmento que o seu, e a partir daí é possível planejar e construir a identidade para sua marca.

3 Exemplos de posicionamento de marcas famosas

Algumas empresas famosas são cases de posicionamento de marca. Veja como elas conseguiram se destacar diante da concorrência e aumentar suas vendas.

Acompanhe os cases para inspirar sua estratégia.

HAVAIANAS

A Havaianas é um case legal para se inspirar. A empresa criou suas famosas sandálias de borracha em 1962  e o marketing dos calçados era a praticidade, custo-benefício e a resistência dos calçados.Porém, em 1990 a marca passou por uma crise fortíssima e queda nas vendas.  As Havaianas continuavam as mesmas: a palmilha branca com tira azul claro, amarela ou preta. Mas, em 1994 o consultor de comunicação Rui Porto resolveu inovar e revolucionar o posicionamento da marca. Ele criou mais de 40 opções de cores, aumentou o preço e investiu em publicidade com celebridades ostentando suas Havaianas.

MENSAGEM DE POSICIONAMENTO: todo mundo usa, todo mundo quer.

A marca é forte até hoje com produtos de sucesso internacional.

COCA COLA

Não podemos falar de posicionamento de marca e marketing sem falar de Coca Cola . A marca foi uma das primeiras a apostar em experiência e não apenas no produto. A marca conseguiu transformar um refrigerante em sinônimo de felicidade. A Coca-Cola desde seu surgimento em 1886 recorda a simplicidade e os bons momentos da vida. A marca já está a mais de 125 anos no mercado. E em suas campanhas sempre traz valores como Amizade, felicidade, união e diversão para se posicionar. Além de promover engajamento entre os consumidores. 

STARBUCKS

A Startubucks foca na experiência do consumidor. Uma das ideias da marca foi escrever o nome do cliente no copo na hora de entregar a bebida. Essa ação tornou-se marca da empresa e já gerou milhões de posts nas redes sociais. A proposta da marca é que o simples ato de comprar um café seja mais agradável e que o cliente tenha uma experiência relaxante. Para aumentar boa experiência do cliente com a marca, a empresa está apostando em tecnologia. E seus clientes podem fazer seu pedido através de um aplicativo, otimizando o tempo e ganhando mais poder de escolha na hora de comprar seu café.

 

POR: Tainá Almeida

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Segurança do e-commerce dá bom posicionamento no Google

Uma das estratégias de segurança do e-commerce é diminuir os índices de fraude , isso melhora a posição no Google

Melhorar a confiança certamente diminuirá as reclamações contra o um e-commerce nas redes sociais e isso certamente será levado em consideração pelo Google na hora de indexar as páginas na busca do seu comércio.

A busca orgânica é responsável por grande parte do tráfego nas páginas da internet. “Dar um Google” já se tornou uma expressão popular, empresas investem em estratégias de SEO (Search Engine Optimization), mas há algo ainda pouco conhecido por muitos profissionais de e-commerce: a segurança de uma loja virtual é um fator de desempate no ranqueamento deste buscador.

No entanto, o que é considerado um site seguro nos padrões do Google? Neste artigo, explicamos o que uma loja virtual deve considerar para não ser “penalizada” pelos motores de busca e quais as soluções para você melhorar a classificação do seu e-commerce.

Como melhorar sua classificação no Google

O primeiro passo a ser considerado é o certificado Secure Socket Layer (SSL), pois o Google utiliza este protocolo como critério de desempate entre sites que possuem a mesma nota. Sabendo disso, os e-commerces criptografados destacam-se de concorrentes que estão tão bem otimizadas quanto eles, mas não têm um protocolo HTTPS.

Na prática, o protocolo SSL embaralha os dados com uma chave de acesso que pode ser lida e compreendida apenas pelo servidor, e mesmo que um hacker ou fraudador consiga atacar o site, ele não terá como “traduzir” o conteúdo.

Mais um fator importante para qualquer loja virtual é a utilização de um firewall de aplicação web (em inglês, Web Application Firewall, ou WAF). Esta ferramenta protege os servidores do site, criando um filtro nas entradas e saídas dos usuários e, assim, registrando tentativas de ataques maliciosos. Hackers e bots são bloqueados antes de a investida ser efetuada.

Outra vantagem é que este firewall, ao diminuir a incidência de tráfego suspeito, também melhora a velocidade do site e, consequentemente, o posicionamento da página – afinal de contas, a velocidade de carregamento é também um critério usado pelo Google para melhorar o ranqueamento.

Sobre as compras fraudulentas

Além destes fatores diretamente relacionados à segurança da própria página, uma loja virtual deve atentar-se a outro problema que, além de prejuízo financeiro, também pode ter impacto direto na indexação da página junto ao Google: as compras fraudulentas.

Só em 2017, a taxa de tentativas de fraude foi de 3,03% na web brasileira, segundo estudo realizado pela Konduto. Os prejuízos destas compras recaem sobre a própria loja virtual, mas os clientes não sabem dessa informação.

Na verdade, os consumidores acreditam, equivocadamente, que a loja que recebeu a compra clonada é a responsável pela fraude. Em um cenário assim, o cliente espalhará: “meu cartão foi clonado no E-Commerce XPTO, não volto mais a comprar lá”.

Reduzir os números de chargeback certamente diminuirá as reclamações contra o seu e-commerce nas redes sociais. E isso será levado em consideração pelo Google na hora de indexar as suas páginas na busca.

Para combater as compras ilegítimas e reduzir este prejuízo, e-commerces devem contar com alguma solução antifraude. O mercado atualmente conta com diversos sistemas, que combinam as melhores tecnologias para a realização de uma análise de risco rápida e eficiente, para os mais variados segmentos do e-commerce.

Reduzir índices de fraude certamente diminuirá as reclamações contra o um e-commerce nas redes sociais. E isso certamente será levado em consideração pelo Google na hora de indexar as páginas na busca.

Aprendendo a se posicionar no mercado. Você está onde queria?

77743241

Posicionamento é um conceito muito usado em marketing e significa, resumidamente, o lugar em que você está ou quer estar no mercado. Ter o seu posicionamento definido é de extrema importância, afinal, é isso que decidirá a forma como você será reconhecido no mercado de trabalho – tanto pelos seus clientes quanto pelos seus concorrentes, – assim como a visão que a mídia e os jornalistas terão de você e retratarão o seu trabalho.

Madalena Feliciano, diretora de projetos da Outliers Careers, comenta que marketing significa promover, divulgar e vender um produto ou serviço e, acima de tudo, construir uma marca “Infelizmente, vejo que muitos bons profissionais se perdem na carreira porque não têm um posicionamento definido. Atiram para todos os lados e não conseguem concentrar sua energia no que realmente lhes interessa”, comenta a especialista. A partir do momento em que você tem um bom posicionamento, você é reconhecido no mercado e tem maiores chances de se tornar uma referência no assunto.

Mas, como definir um posicionamento? As características de uma empresa bem posicionada já estão dentro do próprio gestor, por isso, antes de tudo, você precisa se concentrar nas suas características pessoais, por exemplo, qual a sua missão de vida? Quais são seus desejos? Qual a razão de fazer o que você faz? Quais problemas você gosta – e deseja – resolver?”, explica Madalena.

A especialista ressalta que o profissional tem que respeitar o que lhe dá prazer e buscar fazer aquilo que lhe traz felicidade. “Você tem algum talento ou dom? Respeite-o e use-o a seu favor. Aquilo que se faz respeitando o dom pessoal tem melhores resultados, dá maior satisfação e menos desgaste – afinal, você tem aptidão para isso”, comenta.

Respeite e relembre tudo o que aprendeu com suas experiências profissionais e use as lições aprendidas. “Ter foco, ser pontual, buscar resultados, respeitar o tempo de trabalho, etc. Cada emprego oferece uma série de deveres e obrigações a serem cumpridos, – e eles sempre irão te ensinar algo”, ressalta.

Para ser diferenciado no mercado, repense quais são as suas virtudes, valores e principais características. “São essas qualidades que irão distinguir sua atuação no mercado ou sua marca. Suas virtudes são aqueles pontos chaves que farão você ser reconhecido”, diz Madalena. O sucesso é um equilíbrio entre suas principais características e aquilo que falta no mercado e, a partir do momento em que você harmoniza o que tem dentro de si com o que falta no mercado, você tem mais chances de obter sucesso, sentir-se realizado com sua profissão e terá o reconhecimento do público – que também saberá qual é o seu posicionamento.

Fonte: Verônica Pacheco