Últimas postagens

Ver todos

Aprenda como exibir o preço dos seus produtos da maneira correta

Com a técnica da ancoragem você pode aumentar suas vendas e ter melhores resultados.

Você sabia que a forma de expor o preço de um produto ou serviço pode ser uma estratégia? Se ela for bem aplicada, pode trazer excelentes resultados para o seu negócio.

 Existem diversas formas de chamar a atenção do consumidor como: promoções, ofertas, descontos, entre outras estratégias para fisgar o consumidor.

 Mas há recursos da neurociência que você, empreendedor, também pode utilizar em seu estabelecimento.

 Segundo estudos o consumidor precisa comparar para decidir a compra. Este processo é o que o mercado chama de ancoragem.

 A ancoragem de preço é a técnica de expor seus preços de forma mais eficaz, com o intuito de chamar mais atenção para um determinado produto.

 Um exemplo clássico de ancoragem é: quantas vezes foi ao supermercado e viu três opções de um mesmo produto e escolheu a mais barata?

 Essa estratégia de venda desperta a percepção de que um preço é “justo” ou melhor, já que o outro similar está mais caro.

 Acreditamos que ao realizar uma compra, estamos fazendo uma escolha racional ao analisar todos os dados antes de fazer uma escolha.  Porém, no estudo da psicologia humana, o preço de um produto ou serviço com o efeito da ancoragem gera um impulso forte no comportamento de uma pessoa.

 É do nosso psicológico aceitar e confiar na primeira informação que recebemos antes de tomar uma decisão. 

 

ADOTE A ANCORAGEM EM SEU ESTABELECIMENTO

Com as vendas de Natal, você provavelmente quer vender mais, certo? Muitas vezes a precificação pode ser um desafio para muitos empreendedores. Quanto cobrar por algo? Como calcular a margem de lucro de um produto?

 Mas com a técnica da ancoragem você terá mais chances de conquistar o consumidor. Um dos fatores de decisão de compra é o preço do produto. 

 Normalmente o preço de referência, ou preço âncora, sempre é justificado pela qualidade do produto. Ainda assim, o produto de menor qualidade e com preço mais acessível tende a vender mais.

Vamos a um exemplo, um notebook de 2GB vendido a R$ 1.300,00 pode parecer caro. Mas, se o colocarmos junto a um notebook de 4GB vendido a R$ 2.300,00, essa diferença de R$ 1.000,00 por 2GB a mais torna o preço inferior mais atrativo para o consumidor.

Assim, o notebook de 2GB parece mais barato, já que temos um preço de referência maior ao lado.

A Ancoragem é muito utilizada nos estabelecimentos e no varejo para estimular a venda, reduzir os produtos no estoque e principalmente equilibrar o estoque. Muitas vezes, o lojista erra e compra muito do mesmo produto. Ele precisa diminuir esse estoque. Ancoragem pode ser uma boa solução.  

5 DICAS DE ANCORAGEM

1) Coloque um determinado produto ao lado de um produto semelhante e com um valor maior, suas vendas podem aumentar em até 50%.

 2) Coloque uma  marca desconhecida que você queira promover ao lado de outras já consagradas.

3) Existe a ancoragem por beleza que também é uma estratégia de venda para seu estabelecimento. Coloque por exemplo, dois porta-retratos: um com uma família feliz e outro vazio. O porta-retrato com a família feliz tende a vender mais, pois ele transmite alegria, emoção. E são esses detalhes que desperta a experiência ao consumidor e o faz adquirir o produto.

4) Ofereça boas opções ao seu cliente. No momento de pensar na ancoragem de seus preços, tenha em mente:

 Uma opção com poucas vantagens;

  • Uma opção com ótima relação custo x benefício;
  • Uma opção com com bons benefícios, mas quase exagerada em preço.

 5) Atualize sempre as âncoras. Esse tipo de estratégia perde o efeito rápido, por isso, você deve ficar atento para renovar a sua loja com frequência.

O ideal é que em cada departamento de seu estabelecimento tenha um tipo de ancoragem.

 PENSE NESTA ESTRATÉGIAS E BOAS VENDAS.

POR: TAINÁ ALMEIDA

 

Markup: o que é e como calcular

Veja como esta fórmula pode contribuir nas estratégias de vendas de seu negócio.

Bom, para a empresa ter sucesso em sua trajetória é preciso de um bom planejamento estratégico, além de um belo lucro no final do mês, não é mesmo ?

O objetivo de qualquer empreendimento é gerar lucro. Porém, para alcançar este propósito é necessário muita dedicação, conhecimento do mercado entre várias outras questões estratégicas e de gestão empresarial. 

Sabemos que muitos empreendedores têm dificuldades em calcular os preços de venda de seus produtos, causando prejuízos para a empresa.

O Markup é um dos principais métodos usados para a precificação nestes casos.

A educação financeira é um ponto importante no dia a dia do pequeno varejista. Pois, além de ser responsabilidade do gestor entender todo o processo da operação de seu negócio é ainda de sua responsabilidade o controle financeiro.

Na hora de elaborar o preço de venda final para o consumidor, é importante considerar tudo que sua empresa gasta para levar um produto e/ou serviço ao seu cliente. Este fator é fundamental para uma estratégia comercial de sucesso

Mas, vamos ao longo deste artigo, vamos te ensinar a como precificar da melhor maneira seus produtos. Vamos lá? 

O que é Markup?

O Markup é um termo da economia para indicar quanto do preço do produto está acima de seu custo de produção e distribuição. De forma simples, significa a diferença entre o custo de um item ou serviço e o seu preço de venda. Entretanto, um grande erro das empresas é ver o Markup como lucro e se basear nisso para definir o preço de venda.

Essas empresas esquecem uma série de fatores externos como: impostos, encargos financeiros, comissões e manuseio. Na realidade é tudo bem simples, o Markup representa o percentual da soma de tudo isso, o custo de produção somado aos fatores externos e ao lucro que você quer ter.

Pela sua clareza, o Markup pode ser calculado para cada produto individualmente, ou aplicado para todos os itens de forma genérica, podendo ser um único índice para todos os produtos de sua loja. Além disso, toda empresa pode adotar a ideologia do Markup para definir seus preços. 

Mas, vale lembrar que o markup não pode ser um indicador  isolado para precificar e sim um ponto de partida fundamental neste processo.

Como funciona o Markup?

Para a composição do preço de um produto, muitos fatores são considerados, sejam eles fatores internos ou externos. Para os fatores externos podemos considerar a concorrência, taxa de juros e etc. Já os internos muitos fatores precisam ser analisados seja aluguel, transporte entre muitos outros. 

Esses dados são importantes para não haver erros estratégicos e interferir nos preços. Ou seja, você não cobrar muito caro ou reduzir sua margem de lucro devido a preços muito baixos.

Portanto, fique atento a esses fatores!

Além disso, o markup tem tudo a ver com a margem de lucro, pois através deste elemento fundamental é possível chegar ao preço ideal de seu produto.

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.

Elementos do cálculo

  • Custos de produção, ou aquisição
  • Despesas administrativas
  • Impostos
  • Lucro
  • Em certos casos, a comissão dos vendedores

Todos esses elementos resultarão no seu Preço de Venda (PV), com estas informações é possível fazer o cálculo do Markup Divisor (MKD).

Vamos ao exemplo prático.

 

Exemplo prático

 

Vamos supor que você comprou um tênis de seu fornecer por R$100,00, esse será seu Preço de Custo (PC). O ICMS sobre a venda é de 18%. PIS e COFINS tem 4,65% de incidência, com uma suposta comissão aos vendedores de 2,5%. E as despesas administrativas 6%. Para este exemplo, vamos considerar que o lucro desejado seja de 20%. O resultado desta conta será o Custo Total da Venda (CTV), que neste caso será de 51,15%.

Com o resultado obtido do Custo Total da Venda, podemos fazer o cálculo do Markup Divisor com a seguinte fórmula:

MKD= (PV – CTV)/100

O Preço de Venda (PV) deve ser considerado como 100%, já o Custo Total de Venda (CTV), 51,15%. Então a conta ficará assim:

MKD= (100 – 51,15)/100

MKD= 48,85/100

MKD= 0,4885

Para calcular o Preço de Venda do produto, usamos uma outra conta:

PV= PC/MKD

Sendo PC o Preço de Custo, então:

PV= R$100,00/0,4885

PV= R$204,70

O valor que precisará ser cobrado do tênis é de R$204,70, ou podemos arredondar para R$205,00. Assim você consegue garantir o preço de todos os custos, despesas e impostos, além de gerar o lucro de 20% em cima de seu produto.

Porém, ao chegar no valor final com base no Markup, você deve analisar o valor em relação ao mercado. Se o valor ser incompatível com a média de sua concorrência, algo pode estar errado na sua dinâmica de produção.


Para que serve o Markup?

Estabelecer preços que resultem em retorno financeiro, muitas vezes pode ser um grande desafio para empreendedores.

Por isso, essa fórmula pode ser uma grande aliada para o seu negócio. Pois, por meio dela você consegue formar preços que sejam  ao mesmo tempo bons para você e para seus clientes.

Calcular da forma correta seus preços com base em todos os gastos que sua empresa possui, trará mais segurança a você em relação aos seus resultados.

Além disso,  o markup facilita sua gestão e te dá mais segurança às suas negociações.

A importância dessa técnica de precificação pode se importante para diversas razões.

Por meio dela você consegue saber o momento ideal para dar um desconto para aquele cliente especial. Pois, com o markup você sabe até que ponto consegue mexer no preço sem trazer prejuízos para sua contabilidade

Para você empreendedor que está trabalhando duro diariamente, a ideia que seu negócio deve gerar lucro está clara não é mesmo ? Por isso, você deve ficar atento a tudo que ocorre em seu negócio. Inclusive, preços das vendas de seus produtos e/ou serviços. É importante lembrar que o preço dos produtos devem cobrir seus custos. Pois caso esteja ocorrendo ao contrário, você poderá passar por uma crise financeira.

E se isso acontecer a longo prazo, pode resultar em um enorme problema em seu fluxo de caixa. E aí, muitos problemas podem surgir como a falência prematura de sua empresa.

Por isso, fique atento em todo o planejamento do seu negócio, assim como as métricas de vendas, indicadores de desempenho entre muitos outros fatores.

Pois o sucesso do seu negócio também depende de você !

 

POR: Tainá Almeida

Junte-se a mais de 100.000 empresas.Comece agora a utilizar o sistema ERP MarketUP 100% gratuito.