Últimas postagens

Ver todos

O que significa ser uma empresa sustentável?

Uma empresa para ser sustentável precisa pensar, sim, nos recursos naturais que consome ou produz, para minimizar o impacto ambiental, mas não é somente isso. Então, o que significa ser uma empresa sustentável?

Ser uma companhia sustentável está atrelado a um conjunto de ações tomadas para que a mesma cresça economicamente, mas respeitando o meio ambiente e o desenvolvimento da sociedade como um todo. Portanto, o planejamento e ações de um negócio devem ser éticos e conscientes, bem como pautados nesses fatores.

Por isso, a sustentabilidade empresarial vai muito além. Para existir e ser uma empresa duradoura, ela necessita ser sustentável na gestão de três recursos, que são recursos naturais, humanos e financeiros. E a grande tarefa nesse gerenciamento é o equilíbrio entre essas esferas.

Quer saber um pouco mais sobre esses recursos e a importância do seu equilíbrio? Confira abaixo:

 

Recursos naturais

De um modo geral, gerenciar os recursos naturais ou ambientais em uma empresa é ter a consciência e utilizar da melhor forma os recursos, sem prejudicar o meio ambiente.

Para isso, é preciso entender de que maneira a sua empresa ou seu produto impacta a natureza e a partir disso tomar medidas preventivas que a qualifique como uma companhia responsável e que previne ou repara os danos ambientais. Consciente de seu papel e responsabilidade como empresa.

 

Recursos humanos

O capital humano, ou seja os colaboradores, são parte fundamental de uma empresa. Cada funcionário, na sua função, faz a empresa existir e manter suas atividades em rotatividade, ou seja, são aqueles fazem uma companhia funcionar.

Por este motivo, é preciso valorizar esses funcionários que ajudam a empresa a atingir a sua meta. Neste contexto, reconhecer habilidades, investir em capacitação, colaboram para esse relacionamento, assim como investir na diversidade, variando os perfis para contribuir com inovação e na adaptação necessária da companhia para as mudanças de mercado e na sociedade.

Imagem da empresa

Somado a isso, ter uma sociedade que reconheça o valor do produto ou serviço da sua empresa é fundamental. O que não está só atrelado à inovação, mas também a conduta da empresa. Os consumidores estão cada vez mais exigente, por isso cuidar da imagem e manter esse cuidado é essencial.

 

Recursos financeiros

Esse é outro fator que deve estar relacionado aos dois acima. Gerenciar os recursos financeiros ou econômicos é muito importante para a sobrevivência da empresa.

Investir em iniciativas sustentáveis pode ser economicamente eficiente como, por exemplo, proporcionando a economia de energia ou diversos desperdícios nos processos. Mas, também podem dar um retorno a longo prazo, envolvendo valor da marca, entre outros.

 

Agora que vimos um pouco sobre esses recursos, é importante entender que ser uma empresa sustentável é uma meta a longo prazo, mas que compensa para a sua marca e sobrevivência da companhia em um mundo que está se transformando e exigindo cada vez mais as empresas assumam o seu papel e tenham responsabilidade com a sociedade e o meio ambiente.

 

 

Três dicas para a gestão de pessoas nas MPMEs

Fonte: Thinkstock

Como em qualquer atividade ou organização com fins comerciais, o sucesso de uma MPME (Micros, Pequenas e Médias Empresas), depende de uma boa gestão dos recursos humanos do negócio. Nesta equação envolvem-se desde os fornecedores, até os clientes e funcionários. No post de hoje do Blog MarketUP, separamos três dicas de gestão de pessoas para os administradores de pequenos e médios empreendimentos. Vamos lá?

1 – Estabeleça funções com clareza

Cada pessoa envolvida em seu negócio deve ter ciência do que se espera dela. Seja claro na delimitação das atividades de seus funcionários e informe-os a respeito dos objetivos do projeto ou área da empresa na qual estão envolvidos. Delegar tarefas de modo objetivo é uma tarefa essencial de todo bom administrador, e, se bem conduzida, trará ganhos em produtividade no seu empreendimento.

2 – Esteja aberto a ideias

Ouça seus colaboradores e demonstre abertura para ouvir sugestões e propostas para resolução de problemas. Isto não significa, obviamente, que você deve acatar qualquer ideia vinda de “fora” do corpo administrativo da empresa, porém, demonstrar receptividade fará com que seus funcionários e colaboradores de modo geral se sintam valorizados, além de te dar a oportunidade de aproveitar as melhores ideias para uma boa condução de seu negócio.

 3 – Aplique Feedbacks

Prática comum nos empreendimentos de grande porte, a aplicação de feedbacks pode (e deve) ser uma ferramenta utilizada também na cultura das MPMEs. O Feedback nada mais é do que uma resposta do administrador em relação ao desempenho de algum funcionário, fornecedor ou qualquer outra pessoa envolvida no cotidiano de um negócio. “Dar uma resposta” é tão importante quanto saber delegar funções, pois dará a oportunidade de que seus colabores saibam em que pontos precisam melhorar, e poderá te auxiliar a não ter custos com o desligamento de um funcionário, por exemplo. Acrescido a estes pontos, um Feedback bem realizado é um sinal de transparência na sua gestão. Para isso, seja franco e objetivo.

Dica: quando aplicar um Feedback, ressalte aquilo que precisa ser melhorado, mas não esqueça de elogiar os pontos positivos do trabalho de seus colabores.  

Por: João F. Barros