Últimas postagens

Ver todos

10 dicas para proteger suas contas online com senhas seguras

Fonte: Thinkstock

Atualmente, a Internet é usada para uma ampla gama de atividades. Serviços bancários, e-commerce, acesso a redes sociais e pesquisas são apenas alguns dos exemplos que indicam as inúmeras possibilidades da rede mundial de computadores.

Que a praticidade dos serviços online são fatores quase indispensáveis na vida contemporânea, todos nós sabemos. Entretanto, os usuários precisam ficar atentos ao fato de que quanto mais informações pessoais forem compartilhadas, mais expostos ao roubo de identidade nós estaremos.

O roubo ocorre quando um criminoso furta dados pessoais confidenciais que permitem a obtenção, de forma fraudulenta, de bens e serviços em nome da vítima. Um invasor pode, por exemplo, abrir uma conta bancária, pedir um cartão de crédito ou solicitar uma carteira de motorista ou passaporte com o nome da vítima, além de conseguir roubar o dinheiro diretamente da sua conta bancária.

David Emm, principal investigador de segurança da Equipe Global de Investigação e Analise da Kaspersky Lab explica: “Todos nós temos a responsabilidade de nos defendermos contra ataques cibernéticos. Em primeiro lugar, isto significa proteger nossos computadores por meio da instalação de uma solução de segurança para Internet. Em segundo lugar, significa o desenvolvimento de um ‘senso comum online’ para minimizar a possibilidade de sermos exposto a estes ataques”.

Escolher uma boa senha é fundamental para reduzir o risco do usuário em se tornar uma vítima do chamado cibercrime.  As dicas a seguir podem ser úteis na escolha de senhas fortes para contas online:

1 – Escolha senhas fáceis de manter na memória, assim você não tem que anotá-las ou armazená-las em um arquivo no seu computador (lembre-se, este arquivo pode ser roubado por criminosos virtuais).

2 – Não use palavras reais que um hacker ou criminoso cibernético pode encontrar em um dicionário. Se possível, use uma frase em vez de uma palavra.

3 – Use uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres não alfanuméricos, como sinais de pontuação (embora este último nem sempre seja permitido).

4 – Não recicle senhas. Por exemplo, não use “password1 ‘,’ password2 ‘,’ password3 ‘, etc para contas diferentes.

5 – Não use a mesma senha para várias contas. Se um cibercriminoso descobrir a senha de uma conta, ele pode usá-la para acessar outras contas.

6 – Não use senhas óbvias que podem ser facilmente descobertas, como o nome do seu marido, do seu filho ou do seu animal de estimação, além de registro do carro, código postal, etc.

7 – Não compartilhe sua senha. Se alguma empresa pedir sua senha, mesmo que por telefone, não compartilhe suas informações pessoais. Lembre-se, você não sabe quem está do outro lado da linha telefônica.

8 – Se uma loja online, ou qualquer outro site lhe enviar um e-mail de confirmação com uma nova senha, inicie uma nova sessão na página e altere sua senha imediatamente.

9 – Certifique-se de que seu software de segurança da Internet bloqueie as intenções dos cibercriminosos de interceptar ou roubar senhas.

10 – Considere a instalação de um gerenciador de senhas – programa que irá armazenar de forma segura todas as suas senhas e você só terá que se lembrar da senha mestra.

Fonte: Thaís Sabatini