Últimas postagens

Ver todos

Co-working, home office e escritório tradicional: qual a melhor opção?

Saiba os prós e contras de cada tipo de espaço e veja dicas de como fazer a melhor escolha

Com a revolução dos modelos de empresas na nova era digital, é possível escolher mais de uma opção de organização. Entretanto tudo vai depender da característica do seu negócio. “A diferença entre Co-working, home office e escritório tradicional é que alguns podem perfeitamente funcionar de casa, outros terão mais credibilidade se tiverem a própria sede, nem que seja em um escritório compartilhado”, disse o consultor do Sebrae, Rafael Tortatto, em entrevista para o site Gazeta do Povo.

O Co-working é um espaço que oferece internet gratuita e de qualidade em um ambiente conjunto. Por outro lado, trabalhar de casa, o conhecido home office, pode ser muito mais econômico em termos de gastos diários. Porém, se você precisa encontrar clientes e fazer constantes reuniões é recomendado um escritório tradicional, para passar mais confiança.

Veja melhor as diferença entre eles e qual a melhor opção para você:

CO-WORKING

Se existe a necessidade de escritório, mas não existe verba disponível, esta é uma boa alternativa. Pois você irá compartilhar materiais como impressoras e scanners, além de não gastar com limpeza ou cafezinho. Com um pagamento fixo mensal, é possível alocar um número certo de cadeiras, sendo possível ainda receber clientes no local.

Pelo fato de estar junto de outros empreendedores a produtividade aumenta neste espaço. O senso de competitividade também fica mais ativo, proporcionando mais animação nas execuções das tarefas. Outra oportunidade é a construção de parcerias e a troca de experiências que pode trazer bons resultados no futuro.

Existem co-workings de diversos tipos em praticamente todas as capitais do Brasil. Pesquise e compare os espaços para selecionar aquele que melhor se adequará as suas necessidades.

HOME OFFICE

Conforme dizem especialistas, é a melhor opção para pequenos negócios com pouco capital social. Sua principal vantagem é a ausência de deslocamento até o trabalho, que algumas vezes pode ser estressante. Outra funcionalidade é o silêncio e calma que uma casa pode proporcionar para maior foco em sua atividade. Ao contrário de lugares com mais pessoas trabalhando.

Um fato importante que faz bem para a qualidade de vida de quem opta pelo home office é a proximidade com a família. Segundo pesquisa feita pela Coworking Spaces para o portal dos Administradores, 58% dos brasileiros acreditam que este seria um dos incentivos para trabalhar melhor.

O home office permite ainda uma economia maior na alimentação diária e ainda movimenta a economia local em cada município, bem como a redução de gastos com roupas, passagem e gasolina, que a longo prazo podem custar bastante.

ESCRITÓRIO TRADICIONAL

Se a sua equipe é grande e você deseja uma imagem mais formal para seus clientes, ter um escritório tradicional pode ser uma boa ideia. Entretanto, é bom estar atentos aos custos, tais como contratos imobiliários, manutenção, computadores, mobília, linhas de telefone, internet, entre outras coisas.

QUAL A MELHOR OPÇÃO?

Atualmente o co-working e o home office estão em alta pelo seu dinamismo em inovação. São formas de serviço que estão em franco crescimento. Se você enxerga uma oportunidade nestes meios, não hesite em fazer visitas e pesquisar sobre. Mas, se você quer mais credibilidade e formalidade com futuros clientes, vai gastar mais dinheiro com o escritório, porém, há chances do retorno ser maior.

Estude bastante antes de tomar qualquer decisão importante e não se esqueça de ver o que é melhor para a empresa – de forma organizacional e financeira.