Dia dos Pais deve movimentar R$7,28 bilhões no comércio neste ano, aponta CNC

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), apontou que a data deve movimentar R$7,28 bilhões neste ano.

O resultado representa alta de 5,3% em relação ao ano de 2021, que arrecadou 6,99 bilhões. Caso confirmada a projeção, será o melhor resultado desde 2015, quando o volume de vendas chegou a R$7,43 bilhões. 

A expectativa com o volume de vendas, apesar da inflação, segundo a CNC, se deve a liberação de recursos como o saque extraordinário do FGTS, antecipação do 13º para aposentados e pensionistas do INSS, e ampliação dos pagamentos e beneficiários do Auxílio Brasil.

Um dos fatores que geram otimismo para o dia dos Pais, a quarta data mais importante do comércio varejista, é o aumento da movimentação nas ruas com o fim das restrições contra covid-19. 

VAGAS TEMPORÁRIAS

Segundo matéria divulgada pela CNN Brasil, o comércio projeta 18,5 mil vagas de empregos temporárias. O salário médio das vagas é de R$1.638.

Entre os setores que devem contratar, estão os hiper e supermercados, com cerca de 8 mil vagas, e o de vestuário, com 7,8 mil.

Entre os presentes, o segmento que deve liderar é o de vestuário, calçados e acessórios, com R$3,18 bilhões em faturamento. Em segundo, aparece utilidades domésticas e eletroeletrônicos, com R$1,24 bilhão, seguido por lojas de perfumaria e cosméticos, com R$1,07 bilhão.

A pesquisa também fez uma análise da projeção de vendas por estados. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro que devem responder por 51,3% da movimentação financeira, com  R$ 2,33 bilhões, R$ 662,7 milhões e R$ 612,5 milhões, respectivamente.

Já os estados que devem registrar maior aumento real nos negócios em relação ao Dia dos Pais do ano passado são Ceará (17,2%), Espírito Santo (12,2%) e Rio Grande do Sul (11%).

Gerencie seu negócio e otimize suas vendas com o MarketUP

Fonte: CNN Brasil