Varejo digital Gestão e Vendas
25
mar

Varejo digital: entenda os impactos e as vantagens!

A tecnologia traz uma variedade de impactos e tendências para os negócios. Entre eles, podemos citar o varejo digital, que contribui para a experiência de compra e imagem de marca dos consumidores.

Diante de tantos movimentos do mercado, é preciso acompanhar os acontecimentos e fazer ajustes. Por isso, vale a pena se aprofundar no conceito de varejo digital e entender seus benefícios para a empresa.

Para ajudar o seu negócio, o Canal PME separou as principais informações sobre o varejo digital e como ele pode te ajudar a alavancar suas vendas. Confira!

O que é varejo digital?

O varejo digital é um canal em crescimento e evolução que, juntamente com a mudança dos hábitos de consumo, se mantém competitivo e oferece aos clientes uma experiência envolvente.

Nesse contexto, é necessário ter potencial de adaptação para acompanhar as tendências emergentes.

Ao pesquisar esse tema, percebe-se que o varejo digital é acompanhado por uma variedade de soluções tecnológicas que possibilitam a adoção de estratégias e práticas aprimoradas, como o uso de marketplaces, ampliação de meios de pagamento, diferentes análises de dados, comunicação e vendas em um meio modelo omnichannel.

Assim, o varejo digital é um modelo que aposta na flexibilidade, agilidade, personalização e integração para beneficiar os consumidores e ter uma experiência satisfatória no processo de compra.

Quais são as diferenças entre varejo digital e varejo fisico?

Nos últimos anos, fomos bombardeados com teorias e previsões sobre como o varejo digital ultrapassará o varejo físico, como as ruas morrerão para os vendedores e por que as pessoas não querem mais ir à loja.

É verdade que o varejo digital tem vantagens sobre o varejo físico, mas seria incorreto ver os dois modelos como concorrentes entre si.

O varejo digital permite que os clientes naveguem pelos produtos, encontrem ofertas e recebam diretamente em sua porta, no conforto de sua casa. O varejo físico não pode competir – e não deveria tentar.

Na verdade, o que está acontecendo é que o mundo online e o mundo físico estão cada vez mais próximos. Por exemplo, pense na opção “compre online, retire na loja”, que conecta duas áreas de varejo no mesmo processo.

Agora que você entende por que esses dois modelos não competem entre si, veja as diferenças entre o varejo online e o varejo físico.

Local

O varejo físico faz sentido para os negócios, enquanto o varejo digital opera com um endereço eletrônico, como o e-commerce.

 

Público

Enquanto o varejo tradicional atende a um público local, o varejo digital pode alcançar clientes de todo o mundo. 

 

Estoque

O varejo físico possui estoque e uma variedade de produtos que dependem diretamente de sua infraestrutura, enquanto no varejo digital, além de oferecer uma variedade maior de itens, as lojas também podem vender online com estoque distribuído em vários locais. 

 

Atendimento

No comércio físico, os clientes têm atendimento direto com o vendedor no ponto de compra. Já na tecnologia digital, os clientes podem fazer compras sem a ajuda de um varejista ou remotamente se precisarem de ajuda.

Meios de pagamento

O varejo físico reduziu as opções de pagamento. Por outro lado, a digitalização geralmente oferece aos clientes uma ampla gama de opções.

 

Experiência

No varejo tradicional, o consumidor pode experimentar um produto e sair direto da loja. Na versão digital, é preciso confiar na descrição do fabricante e aguardar a entrega do pedido.

Qual é a importância do varejo digital para o mercado?

Conhecer esse conceito facilita a compreensão do impacto do varejo digital no mercado. Na prática, consegue oferecer um serviço de qualidade que possibilita aos clientes realizar compras de forma prática e segura.

Para se adaptar, não basta simplesmente adotar práticas como digitalização, modernização e, idealmente, buscar a inovação. As empresas precisam se construir com foco na adaptabilidade para acompanhar situações diferentes e muitas vezes imprevisíveis.

Um bom exemplo da importância dessa medida é a pandemia de Covid-19. A necessidade de manter o distanciamento social mudou os hábitos de consumo, exigindo que as empresas adotem soluções de forma ágil para atuar em modelos à distância.

Se adaptar às mudanças e demandas do mercado é uma capacidade que com certeza é um diferencial, já que para se manter atualizado e superar a concorrência é preciso ter jogo de cintura e estar preparado.

Como o varejo digital transformou as compras?

Além de criar novas vitrines para seus produtos, o varejo digital também criou uma nova mentalidade de consumo.

Isso porque o processo de compra pela internet envolve um foco diferente da compra no varejo tradicional.

No mundo online, os consumidores que valorizam uma boa experiência de compra são orientados pela descrição do vendedor e focam no tempo de entrega de seus pedidos.

À medida que o varejo digital evolui, esses e outros requisitos se tornam ainda mais importantes para que as marcas ganhem relevância diante da concorrência.

O setor de varejo digital tem impulsionado algumas transformações nos últimos anos, principalmente devido à pandemia de Covid-19.

Com o varejo tradicional em crise, quase tudo está disponível online.

Estamos acostumados a entregar por meio de aplicativos, transações financeiras, telessaúde, videoaulas, videoconferência e até mesmo trabalhar em casa.

Nesse contexto, a gestão omnicanal dos canais de vendas permite que as empresas proporcionem uma ótima experiência de compra em diferentes plataformas.

Substituir os serviços de lojas físicas por mídias sociais é outra solução temporária durante a pandemia e, de fato, tornou-se uma tendência permanente para muitos varejistas.

De acordo com uma pesquisa da Webshoppers 43, estima-se que 13 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra online em 2020 devido ao fechamento de lojas tradicionais de varejo.

Não é à toa que o e-commerce brasileiro registrou receita recorde em meio à pandemia, totalizando mais de 161 bilhões de reais só em 2021.

As empresas que se adaptaram ao cenário de transformação digital impulsionado pela pandemia não abandonarão as novas práticas com o fim da quarentena.

Da mesma forma, os consumidores acostumados às compras online não abrem mão de suas vantagens.

Quais as vantagens de se investir nessa tendência?

O sucesso de uma empresa de varejo está intimamente relacionado à sua capacidade de entender as necessidades dos clientes e proporcionar-lhes uma experiência de compra diferenciada.

De acordo com um estudo global da Euromonitor, até 2040, a tecnologia mudará de uma vez por todas a jornada de compra do consumidor, que se tornará cada vez mais digital e omnicanal. Nesse sentido, investir em transformação digital não é apenas um diferencial, mas também pode trazer diversas vantagens competitivas. Confira!

Garanta a sobrevivência empresarial

Com todos os avanços oferecidos pela transformação da internet, dos dispositivos móveis e do próprio varejo, negócios despreparados correm o risco de fracassar, principalmente porque a concorrência se torna cada vez mais estratégica.

Em suma, empresas que inovam, abandonam modelos antigos e aprendem a reinventar os canais de vendas e comunicação com o cliente operam de forma mais competitiva e lucrativa.

Otimiza os processos

Outra vantagem interessante da transformação digital no varejo é que ela otimiza os processos de forma inteligente. Um bom exemplo são as prateleiras virtuais, que aumentam a exposição e reposição de produtos e são mais um canal de vendas para as empresas.

Por exemplo, neste modelo, você pode colocar um teleférico virtual no metrô. Ela encontrará todos os produtos disponíveis ao lado do código QR. Assim, o cliente pode escolher o que precisa, escanear o código em seu celular e receber sua compra em casa.

Aumenta a produtividade dos funcionários

Por serem fundamentais para o atendimento ao cliente e operações do negócio, é necessário investir em soluções que proporcionem boas condições de trabalho aos colaboradores.

Atualmente, o uso de software de gestão é amplamente utilizado pelos varejistas, pois ajuda a aumentar a produtividade dos funcionários. Por exemplo, eles evitam que os funcionários do supermercado percam tempo com tarefas burocráticas e, em vez disso, se dediquem às coisas que realmente importam.

Reduz o número de falhas

Os processos automatizados são mais seguros e eficientes do que os processos executados manualmente. A tecnologia ajudará você a tomar as decisões certas e garantir que as ações sigam padrões de qualidade e eficiência, como reduzir a incidência de falhas e erros de cálculo.

Melhora a imagem do negócio

Negócios inovadores atraem a atenção do mercado, e sua empresa só pode se beneficiar investindo em tecnologia. Já pensou em ter um quiosque? Além de reduzir o número de filas em sua loja, isso dará à sua loja uma imagem positiva e diferenciada entre os concorrentes.

Atrai mais clientes

Empresas que investem em realidade virtual, inteligência artificial e um bom marketplace com certeza irão atrair mais clientes. Isso porque, os consumidores estão sempre em busca de novidades inovadoras e empresas de valor para proporcionar ao seu público uma melhor experiência de compra.

E as desvantagens do varejo digital?

Confira 3 desvantagens que desafiam as empresas do ramo de varejo digital.

Risco de fraude

Se uma pessoa está comprando online, ela precisa ter cuidado para evitar golpes de cartão de crédito, hackers, roubo de identidade, sites falsos e outros golpes comuns na internet.

Contato limitado com o cliente

Em lojas físicas, geralmente há alguém ajudando o comprador, enquanto em uma loja online, ele fica sozinho a maior parte do tempo. Se você estiver confuso ou inseguro, corre o risco de fazer compras às cegas e cometer erros dos quais se arrependerá mais tarde.

Devoluções podem ser complicadas

Alguns vendedores facilitam o processo, mas muitos dificultam as devoluções ou reembolsos. Rotular, embalar e enviar produtos é um aborrecimento que os compradores podem evitar ao comprar em lojas físicas.

Como investir em transformação digital no varejo?

Agora que você conhece alguns dos benefícios que a transformação digital pode trazer para o seu negócio, você deve estar se perguntando: como devo investir?

Essa é uma dúvida comum, pois há muitas opções de sistemas e produtos projetados para modernizar e otimizar os processos de varejo. No entanto, é necessária uma análise cuidadosa e boa para fazer um investimento adequado e rentável.

Adquirir um software de gestão de compras é a decisão mais segura, pois a ferramenta traz maior eficiência à gestão do seu negócio, evita erros e facilita a organização de todos os departamentos.

Ao comprar um software de gestão, certifique-se de contar com um bom fornecedor, pois o sistema precisa ser desenvolvido tendo em mente suas necessidades primárias. Portanto, a experiência e reputação deste parceiro são fatores que não podem ser ignorados, pois contribuem positivamente para os resultados alcançados diariamente.

A MarketUP está sempre buscando inovar e investir em pesquisas e projetos que utilizem a tecnologia como base para melhorar a gestão e os resultados de seus clientes. Estamos sempre atentos às tendências e, principalmente, às dificuldades que você enfrenta. Então você pode contar conosco para modernizar e trazer seu negócio para a era digital.

A transformação digital do varejo chegou para ficar! A tecnologia deve ser vista como uma grande aliada do empreendedor, trazendo importantes benefícios e ajudando-o a ter sucesso de forma planejada e duradoura.

Quer investir em um sistema moderno e eficiente? Descubra MarketUP agora!

Quais são os desafios?

Sempre que você quer investir em algo novo, precisa estar ciente dos desafios que enfrenta.

No que diz respeito ao varejo digital, é importante cuidar para que você proporcione uma experiência única aos seus clientes, proteja seu site contra ameaças cibernéticas, tenha um bom portfólio de produtos e ofereça um bom suporte e atendimento aos consumidores.

Além disso, é importante ter uma excelente infraestrutura de rede, investir em uma estratégia de marketing digital e cumprir prazos logísticos.

Conclusão

Ao longo deste artigo, explicamos o que é varejo digital, quais são as diferenças entre varejo digital e varejo fisico e qual é a importância do varejo digital para o mercado. Além de mostrar as vantagens e desvantagens de se investir nessa tendência e como fazer esse investimento. 

O futuro está aqui – o varejo digital já é uma realidade. Não se trata apenas de seguir tendências ou modismos e migrar de lojas físicas para um ambiente online, trata-se de entender o que os clientes desejam e proporcionar a eles uma experiência positiva em qualquer plataforma.

Gostou das dicas? Fique de olho no Canal PME para entender mais sobre todos os principais temas do mercado e conhecer em primeira mão as novidades da MarketUP! 

Aproveite também para acessar o nosso site, conhecer mais sobre os nossos produtos e serviços e criar sua conta 100% gratuita no MarketUP.

Autor:

Nayara Bolognesi

Jornalista por formação e apaixonada por marketing digital. O meu interesse em gerar conteúdo significativo é o que me motiva. Tudo sempre com bastante informação, qualidade e uma pitada de publicidade.